Estudo: smartphones e tablets adicionam duas horas à sua jornada de trabalho

Por Redação | 05.11.2012 às 14:00

Pesquisas recentes revelam que, em média, duas horas são acrescidas à jornada de trabalho dos usuários de dispositivos móveis.

Os pesquisadores afirmam que os trabalhadores com acesso à internet e e-mails em seus celulares checam 20 vezes por dia sua caixa de entrada, o que acarreta em um aumento na jornada de trabalho. Em outro levantamento conduzido a pedido do TripAdvisor, os pesquisadores concluíram que os trabalhadores costumam checar seu e-mail profissional mesmo de férias, e até realizam ligações telefônicas para o escritório em seu período de descanso.

Uma pesquisa da Pixmania revelou que a média de trabalho diária atualmente gira em torno de 12 horas, já que o trabalhador passa de 9 a 10 horas no escritório e outras duas checando e respondendo e-mails profissionais. Um em cada dez entrevistados pelo estudo afirmou que passa até três horas verificando mensagens do trabalho em um smartphone ou computador.

Aproximadamente nove em cada dez funcionários que trabalham em escritórios têm acesso ao seu e-mail profissional em seus aparelhos móveis e dois terços dos entrevistados afirmaram checar suas mensagens logo que acordam e pouco antes de se deitar.

"Muitas empresas esperam que seus funcionários estejam de plantão 24 horas por dia, sete dias por semana, e os smartphones significam, literalmente, que as pessoas não podem ficar fora do trabalho. Quanto mais disponíveis para contato nos tornamos, mais é esperado de nós em nosso trabalho", afirmou ao Telegraph Ghadi Hobeika, diretor de marketing da Pixmania.

Além disso, a pesquisa ainda revelou que o horário mais comum para checar os e-mails é entre as seis e sete horas da manhã, com um terço dos entrevistados visualizando suas mensagens nesse período, enquanto um quarto dos trabalhadores afirmou acessar seu e-mail entre as 11 horas da noite e meia noite.