Estudo: mulheres sofrem três vezes mais com mensagens ofensivas em jogos online

Por Redação | 21 de Fevereiro de 2013 às 08h45
photo_camera Blog Samira Projetos

As meninas que gostam de jogar games eletrônicos costumam ser alvo constante de ofensas na internet e durante sessões de jogos online no modo multiplayer. E uma pesquisa conduzida pela Universidade de Ohio, Estados Unidos, mostrou que a situação é bem alarmante, com as mulheres sofrendo três vezes mais ofensas em games online do que outros jogadores. As informações são do Gamesutra.

Para realizar o estudo, os pesquisadores utilizaram três contas diferentes no jogo 'Halo 3' para interagir com outros jogadores no modo multiplayer. Em uma das contas, a interação era feita usando uma voz feminina, a outra masculina e a última sem nenhuma voz, apenas com mensagens de texto. Todas as contas estavam programadas para reproduzir as mesmas mensagens como, por exemplo, 'Olá a todos' e 'Eu gosto deste mapa'.

A reação dos outros jogadores às vozes foi acompanhada pelos pesquisadores durante um bom tempo e, pouco tempo depois de iniciada a sessão, já era possível notar o número de comentários ofensivos enviados para o player com a voz feminina: três vezes mais mensagens de conteúdo ofensivo do que para os outros jogadores.

Em contrapartida, os pesquisadores afirmam que o seu levantamento não pode ser generalizado, já que foi focado apenas em um jogo online. Mas esses dados em conjunto com outros relatos podem comprovar que as meninas gamers sofrem muito mais com mensagens preconceituosas e ofensivas do que os homens.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.