Estudo mostra que, em sites de relacionamento, homens preferem mulheres infiéis

Por Redação | 14.08.2013 às 15:30 - atualizado em 18.09.2013 às 20:12

Os resultados de um estudo a respeito de infidelidade online sugerem que a maioria dos homens que usa sites de namoro na Internet prefere se conectar com mulheres que admitem estar traindo seus parceiros. O experimento reverso tem resultados bem diferentes.

O princípio por trás desse estudo é bem eclético: 40 perfis foram criados no site de relacionamentos gratuito "OkCupid" com fotos de pessoas reais: 20 do sexo masculino e 20 do sexo feminino. Os perfis foram escritos de modo a sugerir que cada indivíduo estivesse em um estado específico de relacionamento. Os status de relacionamento iam desde solteiros convictos, passando por "talvez casado" – aqueles que listavam seus perfis como casados, mas não declaram explicitamente o tipo de casamento que estavam (aberto, separado, etc) – até chegar a traidores descarados (e declarados).

Traição site de relacionamento

O perfil dos traidores deixava bem claras suas intenções. O techo em destaque diz: "Eu não quero que meu atual parceiro saiba sobre isso". (imagem: Reprodução / Recovery.org)

Em seguida, os criadores do teste esperaram os contatos dos interessados em seus perfis "isca". Depois de um mês com os perfis ativos no OkCupid, surpreendentemente, as mulheres que declaram em seu perfil que estavam dispostas a trair seus atuais companheiros por meio do site foram as que mais receberam mensagens – mais do que as solteiras.

Os traidores declarados do sexo masculino também foram os que receberam o maior número de mensagens entre as categorias de relacionamento testadas, embora a maioria das mensagens eram insultos e perguntas sobre a legitimidade de seus perfis (80%).

Em geral, abrangendo todos os perfis, como já era esperado, os homens receberam menos respostas (7,9%) de pessoas interessadas do que as mulheres (92,1%). Ou seja, os homens preferem as mulheres comprometidas. Pelo menos no mundo virtual.

Estudo de fidelidade online

Da esquerda para a direita: a primeira coluna mostra a quantidade de mensagens recebidas pelos traidores assumidos, a segunda pelos "talvez casados", a terceira pelos recentemente separados e a quarta pelos solteiros.

Leia também:

Pesquisa aponta que 91,7% dos homens infiéis utilizam um smartphone para trair

Site de encontros extraconjugais já conta com 1 milhão de usuários brasileiros