Escolas indianas criam perfis falsos no Facebook para espionar alunos

Por Redação | 25.09.2012 às 12:30

Para o jornal Times of India, uma medida 'possivelmente ilegal'. Para as escolas, uma forma de manter a disciplina. Na Índia, as escolas de Chennai estão criando falsas contas no Facebook para vigiar o comportamento dos estudantes. Tal medida foi tomada após certos alunos terem sido flagrados falando grosserias e fazendo comentários de mau gosto sobre professores e autoridades escolares.

Duas escolas da cidade do sudeste da Índia já assumiram ter tomado tal medida como uma ação disciplinar contra estudantes que ridicularizaram professores, chamando-os de nomes impróprios no Facebook. As escolas acreditam que isso ajudará a por um basta no cyberbullying.

Os alunos também descobriram maneiras de se esquivarem da tutela dos professores na internet. Um estudante disse a um site indiano que eles raramente utilizam o nome real do professor ao se referir a ele na rede. Sempre escolhem um apelido ou pseudônimo que é popular apenas entre os colegas de classe e que não deixa pistas. Outro aluno revelou que uma maneira de burlar os professores é criar um perfil alternativo.

Nem todas as escolas de Chennai concordam com a nova tendência de monitoramento. Para elas, a solução para controlar comentários maliciosos deve começar na escola, dentro da própria sala de aula. É necessário ensinar aos alunos como utilizar as redes sociais e a internet de maneira apropriada.

Um diretor disse ao Times of India que os professores alertam pais e responsáveis sobre as más condutas dos alunos na internet, mas não interferem ou disciplinam as crianças sobre o teor do conteúdo que eles costumam postar, deixando esta parte a cargo da família.

"Eu não acho que este seja o melhor caminho para reduzir o comportamento impróprio na internet", disse Sarah Alexandre, uma diretora do ensino fundamental.

E você, o que acha das atitudes destas escolas perante seus alunos?