EUA: Obama quer US$ 10 mi para pesquisa sobre relação entre games e violência

Por Redação | 17.01.2013 às 15:39

O presidente reeleito dos Estados Unidos, Barack Obama, apresentou nesta quarta-feira (16) uma série de medidas para combater a violência com armas de fogo no país, incluindo o plano de investir US$ 10 milhões para que o Centro de Controle de Doenças consiga realizar pesquisas sobre a relação entre jogos eletrônicos, imagens midiáticas e a violência. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Obama anunciou as novas medidas durante um evento com os pais e familiares de vítimas do massacre na escola infantil Sandy Hook, na cidade de Newtown, Connecticut, e de algumas crianças que enviaram cartas ao governo pedindo mais segurança. "Nós não nos beneficiamos da ignorância. Nós não nos beneficiamos por não conhecermos sobre esta epidemia de violência", explicou o presidente. "O Congresso deve financiar pesquisa sobre os efeitos que games violentos têm em mentes jovens".

As novas medidas foram anunciadas após uma semana do encontro entre o vice-presidente norte-americano Joe Biden e representantes da indústria de games. Na reunião, foram discutidos assuntos referentes à influência que os jogos eletrônicos podem ter sobre os recentes casos de violência, como parte do projeto anti-violência de Biden. O vice-presidente também ressaltou que este cenário de violência é muito complexo e que não há uma resposta única para o problema.

Barack Obama compromisso armas

O presidente também determinou a venda de armas somente após consulta criminal do comprador

Barack Obama também apresentou novas resoluções e normas para a venda de armas de fogo no país, incluindo a verificação da ficha de antecedentes criminais dos compradores, a proibição da venda de armas com características militares e a limitação da capacidade das armas vendidas aos cidadãos a 10 cartuchos.