Comportamento: pesquisa mostra que Facebook não empolga mais os adolescentes

Por Redação | 04 de Março de 2013 às 12h45
photo_camera UOL

As redes sociais são o reduto preferido de adolescentes e jovens, mas a chegada de novas ferramentas e outros serviços de interação com seus amigos tem feito com que esse grupo de pessoas se afaste do Facebook. Os jovens na faixa entre 20 e 25 anos nos Estados Unidos afirmam que a rede social criada por Mark Zuckerberg não os empolga mais. A notícia saiu no Business Insider.

Recentemente, Adam Ludwin criou um aplicativo de álbum de fotos chamado Albumatic e antes do seu lançamento oficial, realizou uma pesquisa com jovens sobre o que eles tinham achado da aplicação. O empreendedor se surpreendeu quando a maioria afirmou que não gostava do fato do aplicativo estar muito integrado com o Facebook. "Eles me deram uma resposta típica de adolescente: 'nós estamos entediados com o Facebook'", ressaltou Ludwin.

Os adolescentes estão voltando suas atenções para aplicativos como Instagram - que, aliás, também é de propriedade do Facebook -, e o SnapChat, já que são aplicativos móveis e também estão diretamente ligados à nova tendência do compartilhamento de fotos extensivo nas redes sociais. No entanto, esta não é uma realidade identificada apenas por terceiros, mas também pelo próprio Facebook.

"Acreditamos que alguns de nossos usuários, especialmente nossos usuários mais jovens, estão conscientes e muito engajados com outros produtos e serviços semelhantes ao Facebook. Por exemplo, acreditamos que alguns de nossos usuários têm diminuído seu envolvimento com o Facebook em favor de outros produtos e serviços como o Instagram. Neste caso, podemos vir a experimentar um declínio no engajamento de nossos usuários e nossos negócios podem ser prejudicados", afirmou a empresa em seu relatório anual.

Muitos especialistas acreditam que o senso de privacidade tem sido um dos principais agravantes para a redução da popularidade do Facebook entre os jovens, já que as pessoas não querem mais compartilhar suas fotos com todos e sim com um seleto grupo de amigos. Em contrapartida, a redução na popularidade da rede social não indica que os jovens estejam excluindo seus perfis, mas os acessando com menos frequência.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.