Cartórios vão emitir certidões eletrônicas de nascimento, óbito e casamento

Por Redação | 18 de Agosto de 2014 às 06h35
Divulgação

Obter uma cópia de certidão de nascimento, casamento e óbito agora ficará mais fácil em todo o Brasil. No último sábado (16), em São Paulo, foi lançada oficialmente a Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), sistema que vai funcionar como uma espécie de banco de dados de certidões dos brasileiros.

A novidade vai permitir ao cidadão localizar um registro e solicitar certidões seja de onde estiver, sem a necessidade de se deslocar até o cartório onde se encontra o registro original ou pagar por serviços de despachantes para conseguir esses documentos. Ou seja, o CRC vai possibilitar que o usuário tenha acesso a suas certidões em qualquer cartório do país.

A plataforma já está disponível em São Paulo desde 2013 e responde por cerca de 10% das certidões emitidas pelos cartórios em todo o Estado - um aumento de mais de 360% em apenas um ano e meio. Agora, o projeto será expandido para todo o Brasil por meio do Provimento nº 38 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que prevê a integração de todos os Estados brasileiros ao novo sistema no prazo máximo de um ano a partir da data de lançamento, neste sábado.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

Além de São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e Acre já aderiram integralmente ao sistema e são os primeiros Estados a estarem totalmente interligados à CRC Nacional, já permitindo a solicitação interestadual de certidões.

Outra novidade instituída pelo Provimento é a expansão do projeto para todos os consulados brasileiros, por meio de parceria a ser firmada com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), possibilitando ao cidadão que nasceu no exterior e foi registrado em um consulado brasileiro solicitar a segunda via de seu registro em qualquer cartório em território nacional.

Além do sistema de emissão de certidões eletrônicas, o projeto também prevê a expansão do projeto de certidões digitais, que são solicitadas pela internet e enviadas diretamente para o e-mail do usuário pelos mais de 8 mil cartórios de Registro Civil distribuídos em todos os municípios brasileiros. Compõe ainda o projeto de expansão as Unidades Interligadas em maternidades, o sistema de solicitação de papéis para certidões e de fiscalização pelo Poder Judiciário.

Por fim, a plataforma eletrônica de certidões vai permitir ao Poder Judiciário e ao Poder Executivo o fácil acesso à pesquisa de óbitos, visando à extinção de processos ou mesmo de benefícios irregulares pagos pela Previdência Social, além da rápida localização e solicitação de quaisquer outras certidões de registro civil por qualquer cidadão.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.