51% das traições amorosas acontecem via WhatsApp, Facebook ou Twitter

Por Redação | 15 de Abril de 2014 às 12h20
Tudo sobre

Twitter

Um estudo, divulgado na última sexta-feira (11) revelou que 83% das pessoas que cometem traições amorosas utilizam o celular como meio. A pesquisa envolveu 12.000 pessoas dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França e Espanha que cometem algum tipo de traição. Os números também revelaram que 51% dos traidores que contactam o seu amante via celular utilizam aplicativos, como WhatsApp, Facebook ou Twitter, seguido de SMS (15%), chamadas (13,6%), e-mail (9,8%), sites de relacionamentos anônimos (8,6%) e mensagens de voz (2%).

A maior parte dos que violam a fidelidade utiliza o número de telefone principal para contatar os seus amantes, enquanto 15% têm outro cartão SIM secreto que utilizam para manter a privacidade. Além disso, 74% têm um contrato com a operadora em vez de cartões pré-pagos, apesar dessa opção ser claramente mais arriscada tendo em vista que a fatura mensal registra todos os números chamados.

Enquanto os aplicativos para conhecer pessoas às claras se popularizam, como o Tinder e Lovoo, existem os que facilitam a anonimidade, como o Victoria Milan. Vai da consciência de cada um escolher qual app usar e para qual finalidade.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.