30% das pessoas deixam de namorar alguém com base nas séries que ele(a) assiste

Por Redação | 11 de Julho de 2016 às 09h09
Divulgação

Mais do que ter uma boa conversa ou aparência agradável, um fator crucial para começar ou terminar novos relacionamentos está diretamente ligado às séries que os usuários e seus interesses amorosos assistem.

Este é o resultado de uma pesquisa da operadora americana Xfinity, que descobriu que 30% dos jovens com idades entre 25 e 34 anos deixaram de namorar alguém que não gostava dos mesmos seriados que eles. Além disso, 43% dos solteiros entrevistados decidiram marcar um encontro após descobrirem que eles e a paquera gostavam das mesmas séries.

Outra curiosidade do relatório indica que 50% dos casais admitem "trair" seus parceiros viciados em séries. Ou seja: eles não assistem uma determinada atração com o companheiro do lado, mesmo quando ambos combinam de acompanhar juntos o seriado. Cerca de 30% dos casais disseram já ter cancelado compromissos sociais com a família ou com os amigos só para assistirem seus programas favoritos.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

O estudo da Xfinity também constatou que os programas de TV e serviços de streaming são um indicativo de união entre os casais. De acordo com o levantamento, 66% dos namorados que assistem TV juntos têm uma relação mais sólida - a porcentagem sobe para 75% entre os jovens de 25 e 34 anos. Isso ainda revela outro dado interessante: 75% dos casais costumam fazer piadas um com o outro dos programas que assistem.

A pesquisa da Xfinity, que pertence à operadora Comcast, foi feita pela empresa Propeller Insights e entrevistou 1.935 norte-americanos entre 25 e 49 anos. O relatório faz parte de uma campanha para promover a websérie Glued, produção original de comédia que traz um casal (vivido pelos atores John Ross Bowie e Jamie Denbo) e seus dilemas envolvendo séries de TV. O seriado tem um total de seis episódios.

Fonte: The Wrap

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.