Warner Bros teria testado duas versões de Esquadrão Suicida

Por Redação | 03 de Agosto de 2016 às 14h52

Esquadrão Suicida ainda não chegou aos cinemas ao redor do mundo e já está dando muita dor de cabeça para a Warner Bros. Assim como houve com Batman v Superman: A Origem da Justiça, as críticas para o filme têm sido bastante negativas, deixando o longa com apenas 33% de aproveitamento no Rotten Tomatoes até o fechamento deste texto. Isso fez com que rumores sobre problemas na produção do longa fossem divulgados pelo site Hollywood Reporter.

Um dos grandes problemas levantados pelo site é o tempo que o roteirista e diretor David Ayer teve para escrever o texto do filme: seis meses. Esta quantia é realmente baixa, principalmente para um blockbuster de alto orçamento com a responsabilidade de estabilizar o estúdio, já que o confronto entre Homem-Morcego e o Filho de Krypton não atingiu o que era esperado pelos executivos da Warner Bros. Normalmente, um roteiro fica pronto depois de muito tempo e pode passar por revisão de outras pessoas envolvidas no projeto.

Devido à cobrança de não desperdiçar outras produções, como aconteceu com Batman v Superman na visão dos executivos do estúdio, Esquadrão Suicida recebeu ainda mais pressão em se tornar um longa mais agradável para crítica e público, o que fazia com que os desejos da empresa divergissem com o que David Ayer tinha em mente. Enquanto o diretor imaginava uma versão mais sombria para o filme, o estúdio precisava de algo mais pop, divertido, musical e colorido.

Com duas versões diferentes editadas, eles fizeram testes de audiência na Carolina do Norte, mas não foi o suficiente para chegar a um consenso, fazendo com que a preferida do estúdio fosse a escolhida, o que gerou ainda mais desgaste a David Ayer. Estes relatos fazem total coerência com o que já era de conhecimento do público em relação à produção, como as regravações que foram solicitadas pela Warner Bros.

O tom dos próprios trailers mudam bastante do primeiro, revelado na San Diego Comic-Con de 2015, para os últimos, que foram lançados de janeiro de 2016 em diante. Enquanto o vídeo inicial era muito mais sombrio e tinha uma música muito mais trágica e sinistra, os outros traziam um ar mais pop e divertido. Nesse caso, o fator musical prevaleceu, principalmente quando a edição trabalhou brilhantemente nos trailers de Esquadrão Suicida.

Provavelmente, o longa domine a primeira semana em cartaz nos cinemas, mas tenha uma queda grande de bilheteria da segunda semana em diante, assim como houve com Batman v Superman. Um possível fracasso ou retorno inferior ao esperado pela Warner para Esquadrão Suicida pode deixar a situação ainda mais complicada para as próximas produções da DC nas telonas, já que os executivos podem tentar tomar ainda mais controle das liberdades criativas dos envolvidos nos longas.

Esquadrão Suicida estreia no Brasil em 4 de agosto, mas você já pode conferir aqui a nossa crítica do filme.

Fonte: Hollywood Reporter