Warner Bros cancela filme de James Wan derivado de Aquaman

Por Beatriz Vaccari | Editado por Luciana Zaramela | 05 de Abril de 2021 às 18h20
Warner Bros.

The Trench, um filme derivado de Aquaman que estava sendo desenvolvido por James Wan, não acontecerá mais no Universo Estendido DC (DCEU, na sigla em inglês). De acordo com o The Hollywood Reporter, o projeto teve a produção pausada pela Warner Bros, assim como New Gods, de Ava DuVernay.

Ambos filmes tinham expectativas de explorar dois caminhos do DCEU que não eram tão conhecidos pelo público blockbuster, trazendo um novo tom dos já estabelecidos em Liga da Justiça e Batman vs Superman: A Origem da Justiça. No entanto, parece que os estúdios acreditaram que não era a hora de desenvolver histórias tão diferentes ainda. Nas redes sociais, a diretora de New Gods lamentou o cancelamento:

"Tom, eu amei escrever New Gods com você. Estou triste que sa saga de Barda, Scott, Granny, Highfather e The Furies acabou desse jeito. Mergulhar no Quarto Mundo de Kirby foi uma aventura de uma vida. Isso não pode ser tirado de nós. Obrigada por sua amizade. E lembre-se #DarkseidIs", escreveu.

New Gods exploraria a Nova Gênesis, o planeta natal dos Novos Deuses e rival de Darkseid, além de fazer história trazendo DuVernay como a primeira mulher negra a dirigir um filme de super-heróis da DC. No Twitter, Ava também agradeceu o apoio de Ray Porter, voz de Darkseid em Liga da Justiça de Zack Snyder:

"Obrigada, Ray. Você não tem sido nada além de gracioso comigo. Agradeço a você, e aos fãs que apoiaram. Soube que o estúdio irá se pronunciar sobre os personagens de Novos Deuses em breve. Espero que nossos caminhos se cruzem um dia, senhor. Se não no Quarto Mundo, será em outro."

The Trench, um spin-off de Aquaman, traria um tom mais de terror ao DCEU que James Wan já estaria acostumado com Invocação do Mal. O filme se concentraria no reino dos peixes com o qual Aquaman uniu forças em seu filme solo. Noah Gardner e Aidan Fitzgerald assinariam o roteiro, e Wan ainda entraria na produção.

Na declaração do cancelamento, o estúdio deixou claro que pode reviver esses projetos no futuro, e DuVernay e Wan teriam efetivamente o direito de preferência para dar continuidade a eles.

Fonte: THR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.