'Viagem à Lua', primeiro filme sci-fi com efeitos especiais, completa 115 anos

Por Redação | 04 de Setembro de 2017 às 12h17

Filmes como Gravidade, Interestelar, Perdido em Marte e tantos outros nos impressionam pelo alto nível de realismo nas cenas de viagens espaciais. Afinal, a indústria do cinema evoluiu exponencialmente após o advento dos computadores para a elaboração de efeitos especiais.

Entretanto, nos primórdios da indústria cinematográfica, era preciso muita criatividade para compensar a ausência de tecnologia.

Viagem à Lua completou na última sexta-feira (01) 115 anos de existência, sendo considerado o primeiro filme de ficção científica a utilizar técnicas de efeitos especiais. Lançada em 1902, a obra cinematográfica foi dirigida pelo francês Georges Méliès, considerado o "pai dos efeitos especiais".

Inspirado por livros de Julio Verne e de H.G. Wells, dois grandes autores de ficção científica da época, Méliès retrata em seu filme a viagem de um grupo de pessoas à Lua. Com pouco menos de 13 minutos de duração, o curta conta com diversas cenas que foram feitas por meio de técnicas de fotografia e animação.

Apesar de Méliès ser responsável por mais de 500 filmes durante toda a sua carreira, Viagem à Lua é, sem dúvidas, a sua obra mais icônica, sendo recriada e homenageada até hoje em diversas produções, como no clipe Tonight, Tonight, da banda The Smashing Pumpkins.

Fonte: Mashable

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.