Star Wars: Rogue One será ambientado entre as duas primeiras trilogias da saga

Por Redação | 20.04.2015 às 16:13
photo_camera Divulgação

Embora Guerra nas Estrelas: O Despertar da Força esteja no centro das atenções, os planos da Disney para filmes derivados estão a todo vapor. E o primeiro spin-off da franquia, Star Wars: Rogue One, ganhou os primeiros detalhes oficiais no último dia da convenção Star Wars Celebration, que aconteceu neste domingo (19), nos Estados Unidos.

Rogue One faz parte de um conjunto de longas descritos pela presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, como "filmes de antologia — essencialmente Star Wars, mas com tons e escalas diferentes para explorar histórias em locais e tempos diferentes dentro do universo". O primeiro estreia cerca de um ano após O Despertar da Força, em dezembro de 2016, e apenas imagens de computação gráfica foram mostradas no evento deste final de semana.

Atenção: os trechos a seguir podem conter spoilers dos filmes anteriores da série. Continue por sua conta e risco.

Gareth Edwards, diretor de Rogue One, explica que o foco do título será sobre um grupo de Rebeldes que se une para roubar os planos de construção da Estrela da Morte, a estação espacial bélica do Império Galático capaz de destruir planetas inteiros em segundos com um superlaser. Ou seja, o filme será o epicentro das duas primeiras trilogias cinematográficas e será ambientado entre os episódios III e IV (A Vingança dos Sith e Uma Nova Esperança, respectivamente), mostrando a origem da missão que permite a Luke Skywalker (Mark Hamill) destruir a Estrela.

No vídeo exibido na convenção, Obi-wan Kenobi (Alec Guinness) aparece dizendo a frase: "Por mais de mil gerações, os cavaleiros jedi foram os defensores da galáxia por gerações, antes das trevas, antes do império", extraída de Uma Nova Esperança. Em seguida, a câmera passa por uma floresta, até que um Tie Fighter é avistado em direção de uma lua, que ao que tudo indica é a primeira Estrela da Morte. É aí que um grupo de pilotos, entre eles uma soldada Rebelde interpretada pela atriz Felicity Jones (A Teoria de Tudo), se arriscará para obter o projeto da arma espacial.

De acordo com Edwards, não haverá personagens da Força ou jedis no filme. "A ausência dos jedis é sentida o tempo todo, pois pessoas comuns, que não têm poderes mágicos, precisam de alguma forma conseguir esses planos e devolver a esperança à galáxia", disse. Além disso, o diretor afirmou que a ideia é trazer realismo ao longa, focando principalmente na guerra e soldados "com medo e senso de humor". "É um cenário muito rico para fazer um filme", declarou.

As filmagens de Star Wars: Rogue One começam em Londres em meados de 2015. O longa é escrito pelo indicado ao Oscar Chris Weitz (Cinderela) e será o primeiro filme de uma série de aventuras que irão explorar personagens e eventos fora do núcleo central saga Star Wars.

Veja abaixo o teaser trailer de Rogue One captado por um visitante da Star Wars Celebration, seguido por uma imagem conceitual com o logo do filme:

Fonte: The Telegraph