Star Trek: Sem Fronteiras: Sulu se revela gay em novo filme

Por Redação | 07 de Julho de 2016 às 14h30

A série Star Trek vai passar por uma nova reformulação em seu novo filme. Além das revoluções em seus bastidores com a saída do diretor J. J. Abrams e da morte precoce do ator Anton Yelchin, o próximo longa da franquia promete fazer uma mudança bastante drástica em um de seus personagens. Interpretado pelo ator John Cho, Hikaru Sulu vai se revelar como o primeiro tripulante gay desta nova versão da Enterprise.

O anúncio foi feito pela própria equipe de produção em entrevista ao jornal Herald Sun sobre Star Trek: Sem Fronteiras, que estreia em setembro. Segundo os roteiristas do longa, a ideia de mexer na sexualidade do personagem surgiu como uma homenagem ao ator George Takei, que viveu Sulu na série clássica e se declarou homossexual em 2005. Na época, o ator disse que jamais comentou sobre sua orientação sexual por saber que aquilo lhe custaria seu emprego. Foi somente depois de muito temi, com a mudança de mentalidade da maioria da sociedade americana, que ele se sentiu confortável de expor esse fato ao mundo. Desde então, ele passou a atuar como ativista das causas LGBT.

Como forma de apoio ao velho companheiro, a equipe de Star Trek: Sem Limites decidiu fazer com que o personagem que Takei imortalizou nas telas também adotasse a mesma orientação sexual. Assim, o novo filme revelará que Sulu tem um marido e uma filha. E, para o ator que interpreta atualmente o oficial da Enterprise, isso é ótimo. Segundo John Cho, a forma como o roteiro aborda essa homossexualidade é muito boa, pois não faz disso um espetáculo. Segundo ele, trata-se de algo natural e que é por esse caminho que ele espera que as pessoas estejam evoluindo.

Star Trek

Personagem Hikaru Sulu passará a ser homossexual em novo filme em homenagem a ator da série clássica

O adeus a Chekov

Outro tema que veio à tona na entrevista foi a recente morte de Anton Yelchin, que interpretava o jovem engenheiro Pavel Chekov na série. O ator de apenas 27 anos faleceu no último mês de junho vítima de um acidente de trânsito.

De acordo com o ator Karl Urban, ainda é muito difícil falar sobre o companheiro no passado e que todos na equipe encararam a perda como se fosse alguém de suas próprias famílias que os tivessem deixado. Mais do que isso, ele afirma que esse sentimento fez com que todo mundo desse o seu melhor em Star Trek: Sem Fronteiras para que o filme seja uma espécie de celebração à vida e ao talento de Yelchin.

Via: Herald Sun

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.