Remake do filme “Logan’s Run” (Fuga no Século 23) está a caminho

Por Redação | 01 de Junho de 2016 às 19h43
photo_camera Warner Bros.

A Warner Bros. parece mesmo seriamente interessada em dar nova vida ao clássico Logan’s Run (Fuga no século 23). O remake do longa metragem acaba de ganhar o reforço de Ryan Condal (Colony), que assinará um novo roteiro para a distopia científica setentista, com produção de Joel Silver e Greg Berlanti.

O texto de Condal, entretanto, promete ter mais a ver com o a obra original de William F. Nolan e George Clayton Johnson do que com o filme estrelado por Michael York e Jenny Agutter em 1976. Baseado em uma releitura do coescritor de X-Men: Apocalipse, Simon Kindberg, o novo filme pode rever, por exemplo, a idade limite em que os cidadãos eram enviados para as estações de eutanásia – 30 anos no filme original, 21 anos no livro –, a fim de conter o crescimento populacional.

Em um e em outro caso, todavia, quem atingisse a idade máxima e não se apresentasse ao órgão governamental passava a ser caçado pelos agentes chamados de “sandmen”. De fato, a história segue os passos de um desses algozes, Logan-5. Ao atingir seus 21 anos (no livro), o sandman parte em busca do local mítico conhecido como “Santuário” – em que os seres humanos poderiam viver em paz e morrer de velhice. Naturalmente, o protagonista acaba se convertendo à ideia.

logan's run

Há 20 anos no forno

É bem verdade que a intenção de produzir um remake de Logan’s Run só não é tão velha quanto o próprio filme. Joel Silver, de fato, tem apresentado a ideia à Warner Bros. há pelo menos 20 anos, com propostas que já envolveram Bryan Singer, Christopher McQuarrie, Joseph Kosinski, Carl Erik Rinsch, Alex Garland e Nicholas Winding Refn. Conforme lembrou o site Deadline, até mesmo o produtor de games Ken Levine já foi mencionado para o projeto.

Ao longo dos anos, também diversas releituras alternativas foram consideradas – incluindo uma versão recente que via Logan-5 como uma mulher. Não obstante, o embarque de Ryan Condal para expandir a nova visão de Kinberg da ficção parece sugerir que a Warner finalmente encontrou uma proposta que lhe agradasse.

Condal é coescritor e produtor executivo da série Colony, da USA Network, recentemente renovada para uma segunda temporada, com retorno previsto para o início de 2017. O roteirista também mantém a associação com Carlton Cuse – a dupla trabalha atualmenteem uma adaptação cinematográfica do arcade clássico Rampage, sobre criaturas gigantescas empenhadas em destruir cidades.

Quanto ao reinteresse em Logan’s Run, parece haver aí algo como um padrão. Senão, basta se lembrar de outras franquias de ficção científica que também têm encontrado novo espaço entre os estúdios, tal como o remake de Barbarella, da Gaumont International Television, assumido pela Amazon e com roteiro de Neal Purvis e Robert Wade, de 007 - Operação Skyfall.

Fonte: Deadline.