Por que as pessoas estão brigando por causa da duração de Liga da Justiça?

Por Redação | 31 de Março de 2017 às 10h44
photo_camera Divulgação

Se a internet sobreviver até o lançamento de Liga da Justiça, já podemos considerar isso como uma vitória. Isso porque cada notícia sobre o filme que vai reunir os maiores heróis dos quadrinhos sempre acaba virando polêmica. E não foi diferente com os rumores acerca do tempo de duração do longa.

Tudo começou quando alguns boatos surgiram ao longa desta semana durante o CinemaCon, evento dedicado ao mercado cinematográfico que acontece em Las Vegas. Durante sua conferência, a Warner teria confirmado que o filme teria 170 minutos de duração — ou seja, 2h50. E isso polarizou as opiniões de fãs e daquelas pessoas que não estão muito dispostas a dar uma nova chance ao diretor Zack Snyder.

De um lado, há aqueles que realmente não se importam de passar quase três horas vendo os heróis da DC enfrentando Parademônios e talvez um Darkseid. Afinal, todo mundo esperou tanto tempo por essa adaptação que seria mais do que justo estender a experiência. Isso sem falar que, com tantos personagens em cena — incluindo alguns que nunca foram apresentados ao público —, é mais do que compreensível esticar alguns momentos para introduzir e desenvolver todo mundo do jeito certo.

Por outro lado, muita gente torce o nariz para a duração por acreditar que esse tempo demasiadamente longo é um problema de edição e direção, que não sabe o que priorizar e acaba deixando dezenas de momentos descartáveis no corte final do filme — algo que a gente já viu ser um problema recorrente nos trabalhos do diretor. Há ainda quem reclame de algo mais prático: a dor nas pernas de ficar tanto tempo sentado dentro do cinema.

A verdade é que é realmente difícil dizer se a duração é justificável ou não antes de ver a edição final do filme. Como dito, ele tem pelo menos três personagens que nunca foram apresentados ao público nas telonas e que precisam ser desenvolvidos de uma forma ou de outra, e isso toma tempo. Adicione à conta o vilão, as amarras com o universo já estabelecido e um possível retorno do Superman. Levando em conta a estrutura básica de um roteiro, é complicado imaginar como encaixar todas essas peças em um corte de duas horas ou duas horas e meia sem que tudo fique corrido ou jogado.

Contudo, há o fator Snyder que não podemos ignorar. É fato que ele tem sérios problemas com edição: basta assistir Batman vs Superman: A Origem da Justiça para perceber como o filme é confuso porque o diretor simplesmente cortou trechos que davam sentido à história. Tanto que a edição estendida, que também beira as três horas, é um pouco mais coerente — embora muitos dos problemas continuem mesmo assim. A verdade é que o diretor não sabe ser objetivo no que precisa e, quando tenta consertar, apenas piora. Não há solução fácil nesse caso.

Ainda assim, vale notar que os 170 minutos de duração ainda é um rumor. A Warner não confirmou a informação e já há fontes dizendo que o processo de edição ainda não foi concluído e aquilo que veremos nos cinemas é bem diferente. De qualquer forma, descobriremos quando Liga da Justiça estrear por aqui, no dia 16 de novembro.

Via: Polygon

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.