Morre George Romero, diretor de “A noite dos mortos-vivos”, aos 77 anos

Por Redação | 17.07.2017 às 15:03

O “pai” dos filmes de zumbis modernos faleceu no último domingo (16), aos 77 anos, vítima de um câncer de pulmão. O aclamado diretor foi o responsável pelo filme de 1968, que serviu como inspiração para produções posteriores na TV e no cinema, incluindo a série de sucesso The Walking Dead.

Romero lutava contra um câncer de pulmão, mesma doença que levou embora o ator Bill Hinzman, o “zumbi nº 1” da produção cinematográfica, em 2012. De acordo com a família do diretor, ele estava em Nova Iorque acompanhado da esposa e de sua filha quando veio a falecer.

Em preto e branco, o clássico A noite dos mortos-vivos teve um baixo investimento de apenas US$ 114 mil, mas seu sucesso fez com que o longa praticamente recriasse o gênero de zumbis no cinema, arrecadando cerca de US$ 30 milhões. Rodado no porão da produtora do cineasta, o filme mostra um grupo de pessoas presas em uma fazenda que é atacado por uma horda de zumbis famintos por carne humana.

Pôster de "A noite dos mortos vivos" (Reprodução: Divulgação)

Romero também lançou outros títulos do gênero, como Despertar dos Mortos (1978), Dia dos Mortos (1985), Terra dos Mortos (2005) e A Ilha dos Mortos (2009), sendo que, recentemente, foi cogitado para ser o diretor de um dos filmes da franquia Resident Evil, mas a colaboração não foi para a frente devido a diferenças criativas.

Fonte: Los Angeles Times