Marvel troca diretor de Doutor Estranho; veja lista de possíveis substitutos

Por Claudio Yuge | 10 de Janeiro de 2020 às 22h00
marvel
Tudo sobre

Marvel

Saiba tudo sobre Marvel

Ver mais

Scott Derrickson não é mais o diretor de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. O diretor, que ficou famoso por filmes de terror como A Entidade e O Exorcismo de Emily Rose, poderia exercitar suas habilidades nesse gênero com o novo longa, que, segundo o chefão do Universo Cinematográfico Marvel (MCU, em inglês), Kevin Feige, “não será um filme de terror, mas terá momentos assustadores”. Mas, a conversa não deu certo e o cineasta deixou o cargo, por conta de “diferenças criativas”.

Segundo Derrickson, os prazos também ficaram muito apertados. Mas é evidente que, assim como aconteceu com Joss Whedon, Patty Jenkins e Edgar Wright, ele não teria concordado muito com o controle de Feige sobre os rumos da trama. Aparentemente, aconteceu algo semelhante a Vingadores: A Era de Ultron, Thor: Mundo Sombrio e Homem-Formiga.

Imagem: Divulgação/Marvel Studios

Nesses três filmes, Whedon, Patty e Wright, respectivamente, ficaram muito irritados com Feige, que, depois de ter acertado o roteiro original, impôs muitas mudanças posteriores. Isso porque o produtor passou a precisar dessas tramas para conectar os eventos da Saga do Infinito — ou seja, ele alterou vários elementos para contar outra história, o que nenhum diretor gosta.

Agora, o Marvel Studios segue em busca de um substituto, que possivelmente deve vir também do ramo dos filmes de medo. Um detalhe interessante é que, mesmo com essa alteração, a empresa manteve o cronograma para maio de 2021. Isso significa duas coisas: ou Feige já tem outro nome na manga ou o próximo escalado deve ser alguém que trabalhe rápido e aceite filmar sem se incomodar com a pouca autonomia no comando da história.

Longa será importantíssimo para o MCU

Doutor Destino no Multiverso da Loucura se tornou uma peça-chave para o futuro do MCU. Feige disse que o filme pode apresentar “personagens que sempre quisemos introduzir, mas não havia a oportunidade adequada” — o que já fez todo mundo sonhar com Doutor Destino, Namor e Surfista Prateado.

Além disso, os acontecimentos desse longa devem abrir o Multiverso da Marvel, o que pode explicar a chegada do Quarteto Fantástico e dos X-Men e ainda justificar a saída do Homem-Aranha, quando acabar o contrato de Tom Holland com o Marvel Studios — a Sony pretende romper a parceria em breve e explorar seu próprio “Aranhaverso”, sem interação com a Terra principal do MCU.

Namor teve seus direitos adquiridos novamente pela Marvel e pode ser antagonista do Pantera Negra
(Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Mesmo fora da direção, Derrickson adiantou que seguirá como produtor executivo, o que reforça a possibilidade de escalação de alguém com sangue novo vindo do pós-terror. E quais seriam esses candidatos? O Comic Book Resources listou alguns profissionais com perfis interessantes.

Cineastas autorais estariam descartados

Quando falamos de nova onda do cinema de terror, os primeiros nomes que vêm à mente são Ari Laster (Hereditário), Robert Eggers (A Bruxa) e Jordan Peele (Corra). Mas é muito improvável que eles queiram trabalhar em filmes de super-heróis, ainda mais com a intervenção constante e os prazos apertados do Marvel Studios.

Um dos maiores nomes especulados até agora é o de Mike Flanagan, que conseguiu transformar Ouija: A Origem do Mal e Doutor Sono em sucessos comerciais. Além disso, ele ficou conhecido por trazer um “meio-tom” para a seara do terror, com uma pegada mais light — o que se encaixa na definição do que Feige quer para Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.

Doutor Sono (Imagem: Reprodução/Warner Bros.)

O coletivo Radio Silence, comandado pelos cineastas Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillet (Ready or Not — O Ritual). Como são do mercado indie e estão chegando na indústria, eles poderiam acatar mais facilmente as ordens de Feige. Outro cotado é Leigh Whannell (Upgrade), que escrevia roteiros para James Wan (Aquaman) e tem um estilo que combina ação com terror — o que cairia como uma luva no MCU.

WandaVision deve abrir caminho para o Multiverso (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Jac Schaeffer escreveu a trama de Viúva Negra e é o showrunner de WandaVision, seriado que deve abrir o Multiverso e está profundamente conectado com Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Só isso já o torna candidato natural para substituir Derrickson. E, para finalizar, Phil Lord e Christopher Miller, roteiristas de Homem-Aranha: No Aranhaverso, vem escalando ótimos trabalhos nos últimos anos e estariam prontos para assumir o comando de um blockbuster.

Por enquanto, nada mais foi confirmado depois da saída de Derrickson. E você, quem acha que deve assumir essa direção?

Fonte: Comic Book Resources  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.