Liga da Justiça | Zack Snyder revela como seria as duas sequências do SnyderCut

Por Beatriz Vaccari | 22 de Março de 2021 às 23h00

O Snyder Cut foi a pedida dos maratonistas no fim de semana e teve boas recepções dos fãs da DC. Com o lançamento, os pedidos por um Snyderverse aumentaram significativamente, principalmente implorando por uma sequência da nova versão da Liga da Justiça, como já era de se esperar.

(Imagem: Reprodução / Warner Bros.)

Zack Snyder já chegou a revelar anteriormente que a Warner Bros não possui interesse em fazer uma continuação, mas isso não o impediu de dizer ao público como seriam seus próximos filmes se ele tivesse esse espaço. "É uma coisa divertida de se pensar", declarou o cineasta em uma entrevista exclusiva à revista Esquire. "Eu sei que os estúdios realmente não têm nenhum interesse em fazer outro filme comigo. [Mas] também sei que é um produto e o mercado meio que decide no final."

"Com a quantidade de esforços que os fãs tiveram para fazer este filme, a dedicação e o dinheiro que eles levantaram para a prevenção do suicídio e conscientização sobre a saúde mental, eu queria que o filme fosse esperançoso e otimista. E isso incluía a visão de filmes futuros", continuou.

Pensando em uma sequência, Snyder sugeriu que o novo filme terminaria no epílogo da Liga da Justiça, em que o público conhece um futuro alternativo:

Estaríamos neste mundo pós-Superman, Equação Anti-Vida, onde a equipe sabe que a única maneira de consertar o mundo era chamar o Flash de volta e avisar Bruce para salvar Lois. E então, naquele mundo, o filme seria basicamente sobre um grupo desorganizado de membros da Liga da Justiça realizando uma missão maluca para roubar uma Caixa Materna desta catedral semidestruída em Gotham e levá-la de volta para a Batcaverna para usá-la para alimentar a esteira cósmica para fazer o Flash voltar no tempo.

E na noite anterior à grande missão, eles teriam essa última ceia como uma espécie de ajuste de contas, onde todos contariam suas histórias. Uma dessas histórias foi Coringa contando a história da morte de Robin. E o Superman, aliás, no final das contas, ele meio que matar todo mundo. Exceto Flash, que salta no tempo apenas para escapar dele. E sempre houve uma coisa divertida quando eu tive esse conceito de viagem no tempo, onde a Terra tem que estar relativamente na mesma posição no espaço. Assim, você só poderia pular uma vez por ano ou iria pular para o espaço.

Esta foi a sequência direta. Então, o terceiro filme seria sobre depois de resgatá-lo ou depois de mandar Flash de volta no tempo. E então Batman se sacrifica. Isso seria quando entrarmos no terceiro filme. E o terceiro filme teria sido sobre a batalha entre Darkseid e os defensores da Terra.

(Imagem: Reprodução / Warner Bros.)

Além disso, Snyder revela que Lois Lane definitivamente está grávida, quando questionado sobre a cena de um teste de gravidez na sua gaveta da cabeceira. "Minha ideia era que, após o Batman se sacrificar, haveria uma janela onde não havia Batman, e eu pensei que Barbara [Gordon] poderia preencher isso até que o filho do Superman e Lois, que não tem poderes, se tornasse o Batman quando ele fosse maior", conta.

Filme solo do Cyborg

Além disso, Snyder comenta sobre sua vontade particular em tornar um filme solo do Cyborg realidade, uma vez que o cineasta descreve o personagem como "o coração de seu filme."

(Imagem: Reprodução / Warner Bros.)

Estou muito triste por não ter pressionado mais para criar o filme Ciborgue antes de filmarmos Liga da Justiça, eu tinha trabalhado muito para fazer Mulher Maravilha e Aquaman. Eu realmente gostaria de ter feito isso com Ciborgue porque ele está realmente 'pronto' no final do filme. A verdade é que simplesmente presumi que seria óbvio que um filme do Ciborgue estaria em andamento.

Zack Snyder's League of Justice foi lançado no HBO Max, o novo serviço de streaming da WarnerMedia que tem estreia marcada no Brasil e restante da América Latina em junho. Não se sabe ao certo a data ou preço da assinatura.

No Brasil, o Snyder Cut chegou em formato digital para locação na Claro, Sky, Vivo, Apple TV, Google Play, Looke, Microsoft, PlayStation Store, Uol Play e WatchBr até o dia 7 de abril; após o período, só será possível assistir ao filme quando o HBO Max for lançado no Brasil.

Fonte: Esquire

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.