Esquadrão Suicida: primeiras críticas massacram o novo filme da DC

Por Caio Carvalho | 02 de Agosto de 2016 às 19h29
photo_camera Divulgação

Esquadrão Suicida, o terceiro filme da nova fase do universo estendido da DC Comics nos cinemas, estreia oficialmente no Brasil nesta quinta-feira (4), e os primeiros reviews do longa começaram a ser divulgados hoje (2). Só que, ao contrário do hype levantado pelos trailers, a adaptação não agradou nem um pouco à crítica, que não aprovou o título dirigido por David Ayer.

O embargo para a divulgação das análises terminou no início da tarde desta terça-feira. E as opiniões são mistas: alguns jornalistas dizem que é um dos filmes mais divertidos já feitos pela DC, principalmente se levar em consideração o tom sombrio de Batman vs Superman: A Origem da Justiça. Outros, porém, apontam que o título é uma verdadeira bagunça ao tentar apresentar vários personagens em tão pouco tempo.

Até o fechamento desta notícia, o Rotten Tomatoes, site que acumula notas de sites do mundo todo, mostrava que o filme tinha apenas 35% de aprovação por quem já assistiu – um índice bastante inferior ao que o público esperava. Em todo o caso, a nossa crítica de Esquadrão Suicida já está no ar. Veja abaixo os trechos de algumas das principais análises lançadas até agora:

The Playlist

"E enquanto 'Esquadrão Suicida' apresenta uma história que até não é tão mal amarrada, assim como seu antecessor e quase esquecível 'Batman vs Superman: A Origem da Justiça', o filme ainda é um esforço desigual, que esgota tons incompatíveis, traz piadas manjadas e uma narrativa confusa. Enquanto um senso de humor irreverente o ajuda em seu fator de entretenimento, o segundo filme do universo estendido da DC nem se compara a 'Deadpool'."

The Daily Beast

"Desnecessário dizer que floreios artísticos, como vilões instáveis, aparecem aos montes em Esquadrão Suicida. A diversão é se deixar levar por cada um desses momentos. Você gosta de montagens e flashbacks? O roteirista e diretor David Ayer adora. Ele nunca se cansa disso. Ele se inclina nesses conceitos fortemente e por muito tempo, tanto que, em um filme recheado de personagens coloridos até o teto, quase não há espaço para uma trama bem contada."

Esquadrão Suicida

Indiewire

"Justamente quando você pensa que a temporada de filmes de verão não poderia ficar pior, chegam os 'Piores. Heróis. Da história.'. E enquanto o slogan oficial do filme consegue vendê-lo muito bem (certamente é uma encarnação de Quarteto Fantástico do ano passado, que ainda mantém essa distinção duvidosa), o mundano e assustadoramente estúpido 'Esquadrão Suicida' quase faz jus ao que diz sua campanha de marketing."

/Film

"Infelizmente, Esquadrão Suicida sofre com os mesmos problemas que outros blockbusters similares lançados neste ano. O ritmo é desigual de forma descontrolada, com o filme se movendo de um primeiro ato relativamente rápido para um segundo ato praticamente inexistente até um terceiro ato sem fim. A ação é frequentemente priorizada em vez de dar lugar às batidas emocionais ou momentos importantes dos personagens, e muitos dos diálogos soam como explicativos ou expositivos. Em um ponto do clímax do filme, um personagem se transforma em outro para explicar a reviravolta da trama que estávamos assistindo pelos últimos 20 minutos. A plateia que estava comigo, se sentindo ridícula, riu por causa disso."

THR

"Mas o mal nunca é devidamente definido, e pior: não é personificado de uma maneira que possa equilibrar o poder de fogo de sua própria oposição. De um jeito difuso e piegas, a maldade ilimitada foi feita para residir em uma antiga deusa e bruxa cujo coração físico é literalmente controlado por Waller e cujo terrível espírito se projeta em uma arqueóloga dos tempos modernos (interpretada por Cara Delevingne); seu namorado é o Coronel Flag de Joel Kinnaman, apenas o cara que está no comando da equipe de criminosos. Porque é surreal admitir que alguém tenha pensado que essa linha narrativa rasa era uma boa ideia para um filme de ação com aspirantes a super-heróis. Na verdade, isso traz todo e qualquer investimento a um final completo e previsível."

EW

"O roteirista e diretor David Ayer (Marcados Para Morrer) configura o filme de forma hábil, introduzindo cada um dos malucos com a mesma energia vista nas histórias em quadrinhos. Mas sua missão - para impedir a bruxa vivida por Cara Delevingne e gigantesco irmão - é um pouco fora do comum. As apostas deveriam ser altas. Como alguém que não é conhecedor das histórias de Esquadrão Suicida, não posso deixar de imaginar que poderiam ter escolhido um vilão melhor. Ainda assim, nada se compara ao desperdício do Coringa de Jared Leto, que rouba a cena toda vez que aparece. Com seu cabelo verde, dentes brilhantes de metal e sorriso demente, ele é a alma viva mais perigosa de todo o filme. Mas ele está preso na periferia. Para a DC, que explodiu com Batman vs Superman na primavera passada, Esquadrão Suicida é um pequeno passo adiante. Mas poderia ter sido um salto muito maior."

Coringa

Coming Soon

"Apesar de amar o Coringa, eu tenho que reconhecer que seu papel em Esquadrão Suicida é completamente irrelevante para a trama. Se eliminar todas as cenas do Coringa deste filme, você ainda tem a mesma história. Mesmo assim, Esquadrão Suicida é um grande passo na direção certa para o Universo da DC Filmes. Vale a pena conferir na tela grande e é um dos meus filmes favoritos desse ano até agora."

UPROXX

"Esquadrão Suicida é o filme mais frustrante que eu assisti em 2016."

Io9

"Esquadrão Suicida é um filme estranho, e não apenas porque é sobre um grupo que une alguns dos maiores supervilões do universo DC. O filme em si também é uma estranha mistura de diferentes tons, histórias e ritmo, tudo junto em algo com elementos individuais interessantes, mas que, na verdade, nunca estão interligados."

ScreenCrush

"Se você gostou da cena de Batman vs Superman, em que Bruce Wayne assiste a vídeos do YouTube sobre os futuros membros da Liga da Justiça, então você vai adorar Esquadrão Suicida."

Esquadrão Suicida

Vanity Fair

"Esquadrão Suicida é tão pouco inspirado, tão tedioso e não-reflexivo, que seu único ato de destruição pode ser contra os filmes de super-heróis que não são da Marvel – se você pode acreditar nisso, Esquadrão Suicida é pior do que Quarteto Fantástico."

Comic Book

"Esquadrão Suicida é divertido, cheio de ação e entrega tudo que os fãs da DC esperavam. São duas horas cheias de grande piadas, sequências de ação insanas, uma Arlequina perfeita e outros atores interpretando seus papéis com facilidade. Ele possui falhas que podem chatear alguns, mas os fãs de quadrinhos não precisam se preocupar."

Empire

"Assim como Vingadores e Deadpool, Esquadrão Suicida dá uma nova vida para o Universo Cinematográfico. Então ser mau é bom."

Sucide Squad

Fontes: Collider, The Playlist, The Daily Beast, Indiewire, /Film, THR, EW, Coming Soon, UPROXX, Io9, ScreenCrush, Vanity Fair, Comic Book, Empire