Em breve você poderá visitar o universo Star Wars em realidade virtual

Por Redação | 16 de Junho de 2015 às 08h02
photo_camera Divulgação

A saga Star Wars não chama atenção apenas pela trama e pelo enredo repleto de detalhes, mas também pela beleza dos efeitos visuais presentes principalmente nos filmes da série. E talvez ainda demore bastante tempo até que toda aquela tecnologia esteja no nosso dia a dia, no entanto muito em breve nós poderemos entrar nesse universo com a ajuda da empresa que deu vida às imagens de Guerra nas Estrelas nos cinemas.

Isso porque a Industrial Light & Magic (ILM), responsável pelos efeitos especiais de toda a franquia Star Wars e de outros filmes, em parceria com a Lucasfilm, anunciou na última sexta-feira (12) a criação do ILM Experience Lab (ILMxLab), uma nova divisão focada no desenvolvimento de projetos de realidade virtual e aumentada baseados em experiências imersivas dos cenários vistos nos longas-metragens dirigidos por George Lucas.

O ILMxLab é uma junção dos aspectos técnicos da ILM, fundada por Lucas há quarenta anos, e da Skywalker Sound. De acordo com as companhias, trata-se de criar soluções não-competitivas que utilizam o fotorrealismo em vez de simples animações. No caso da realidade virtual, o produto projeta para o usuário um ambiente virtual em tempo real, enquanto a realidade aumentada possibilita maior interação do usuário com objetos imateriais, só que no mundo real.

"Estamos explorando os universos ficcionais de Star Wars e eu acho que várias pessoas gostariam de estar imersas neles. O desafio do ILMxLab será descobrir como se contarão histórias neste novo espaço", explicou Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm.

"O que estamos buscando fazer é abrir o mundo bidimensional dos filmes e permitir que os fãs visitem esses mundos com a mesma fidelidade visual [do cinema]", afirmou John Gaeta, diretor criativo do ILMxLab. "O tempo de superioridade tecnológica na indústria cinematográfica americana se foi. Agora você pode obter a mesma tecnologia e levá-la aos espectadores em qualquer lugar o mundo".

Em um vídeo de três minutos que demonstra como deve funcionar a novidade, é possível ver o usuário interagindo com os robôs R2-D2 e C-3PO no planeta Tatooine. Neste caso, em vez de apenas assistir ao conteúdo, a pessoa, com a ajuda de um tablet, pode girar o ângulo da câmera de 360º para ver todo o resto do cenário e encontrar mais personagens. Em outro momento do vídeo, vemos uma cena dentro de uma X-Wing, que responde os comandos do indivíduo ao mexer a cabeça para os lados.

"Com qualidade de imagem próxima de um filme, você será capaz de literalmente entrar em uma realidade alternativa", destacou Kennedy.

Não foi especificado se a iniciativa será destinada ao consumidor final, que poderá fazer uso da novidade dentro de casa, ou se ficará limitada a parques temáticos e outros estabelecimentos autorizados a utilizar a marca Star Wars. Até o momento, o que foi divulgado é que as criações do laboratório poderão ser vendidas a outros estúdios interessados, tanto o de empresas concorrentes quanto aqueles dos quais a IML presta serviços.

Especula-se que o primeiro produto real do ILMxLab fará sua estreia em dezembro deste ano, época em que Star Wars: O Despertar da Força chega às salas de cinema. Outros filmes em que a ILM desenvolveu os efeitos especiais também poderiam se beneficiar da tecnologia, como Os Goonies, Os Caça-Fantasmas e mais recentemente Círculo de Fogo. Isso sem contar nas produções da Disney, que detém os direitos autorais de toda a franquia de Guerra nas Estrelas, além dos filmes da Marvel e da Pixar.

Fontes: TechCrunch, USA Today

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.