Diretor de Coringa revela destino de personagem após sequência perturbadora

Por Claudio Yuge | 06 de Novembro de 2019 às 11h17
warner

Mesmo após tanto falarmos sobre Coringa, ainda há algumas lacunas sendo preenchidas. E há uma em especial que ficou na imaginação dos fãs. Agora, em uma entrevista ao IndieWire, o diretor Todd Phillips finalmente revelou qual foi o destino de uma personagem que chamou atenção durante a projeção.

Atenção, spoilers à frente! Se não viu Coringa, há trechos que podem estragar a experiência.

Bem, como vimos em Coringa, os únicos momentos felizes de Arthur Fleck (Joaquin Phenix) são os que ele aparece flertando com uma vizinha, Sophie (Zazie Beetz). A mãe solteira, aparentemente, é gentil com o perturbado rapaz e até mesmo alimenta um breve romance com ele.

(Imagem: Reprodução/SplashNews)

Só que, quase no final do longa, quando Arthur já está em seu caminho violento para se tornar o vilão que conhecemos, ele visita Sophie. Ela se mostra bastante surpresa com sua presença, o que indica que todo o relacionamento não passou de uma viagem da imaginação de Arthur. Em seguida, a cena já corta para ele indo ao The Murray Franklin Show, prestes a tocar o terror.

Como Arthur já tinha cometido assassinatos, muita gente “preencheu” esse pedaço da trama como mais uma contagem de corpos em sua trajetória cruel.

Sophie não morreu

Phillips, contudo, disse que Arthur não a matou. "Ele não a mata definitivamente. Como cineasta e escritor, estou dizendo que ele não a mata”, assegurou. O diretor explica que essa sequência foi muito importante para mostrar que, definitivamente, o personagem já estava fora de si.

“Gostamos da ideia de que [a cena] é quase como um teste decisivo para o público dizer: 'Até que ponto ele está louco?' A maioria das pessoas com quem falei pensam que ele não a matou porque entendem a ideia de que ele só mata pessoas que fizeram algo errado com ele. Ela não tinha nada a ver com isso”, comentou.

(Imagem: Reprodução/Warner Bros)

“A maioria das pessoas entendia que, mesmo como vilão, ele estava vivendo de acordo com um determinado código. É claro que ele não matou essa mulher no corredor”, complementou. De qualquer forma, a sequência não deixa de ser uma das mais perturbadoras do filme.

E para você, mudou algo após essa revelação?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.