Círculo de Fogo 2: John Boyega, de Star Wars, é confirmado no elenco do filme

Por Redação | 06.06.2016 às 17:50
photo_camera Divulgação

A sequência de Círculo de Fogo (Pacific Rim) acaba de ganhar um reforço no elenco. Trata-se de John Boyega, o Finn de Star Wars: O Despertar da Força, que já assinou contrato para participar do longa.

De acordo com as primeiras informações, Boeyga será o filho de Stacker Pentecost, personagem de Idris Elba no primeiro filme. O ator também levará créditos como produtor do título, além de ser um dos protagonistas. Elba ainda não foi confirmado na continuação, mas tudo indica que ele estará presente.

"É inegável que, com todo o seu talento e charme natural, John se destaca entre os melhores protagonistas desta geração", disse Mary Parent, produtra da Legendary Pictures.

Guillermo del Toro, criador da franquia e diretor do primeiro Círculo de Fogo, também deu as boas vindas ao ator. "Estou muito orgulhoso e feliz em receber John. O universo de Círculo de Fogo será reforçado tendo ele como protagonista, uma vez que este continua sendo um mundo de múltiplas camadas culturais. 'O mundo salvando o mundo' sempre foi nosso objetivo e eu não poderia imaginar alguém melhor para o trabalho", destacou.

Círculo de Fogo 2 será ambientado alguns anos após o primeiro longa, depois que as gigantescas criaturas conhecidas como Kaijus emergiram do fundo do mar e quase destruíram o planeta. Segundo Del Toro, o mundo ficou livre da ameaça dos Kaijus, e agora vamos descobrir o que aconteceu com a tecnologia dos Jaegers, os enormes robôs criados para lutar contra os monstros vindos do oceano.

O filme, que tem estreia prevista para 2018, será dirigido por Steven S. DeKnight, showrunner da primeira temporada de Demolidor, e escrito por Derek Connolly (Jurassic World, Star Wars: Episódio IX). Del Toro voltará como produtor. Além disso, retornam para o elenco os personagens de Charlie Day e Burn Gorman.

O primeiro Círculo de Fogo custou US$ 190 milhões para ser feito e arrecadou US$ 411 milhões mundialmente.

Fontes: Deadline, The Hollywood Reporter