Capitã Marvel terá origem diferente dos quadrinhos no cinema

Por Redação | 11.08.2016 às 16:50

O filme da Capitã Marvel só tem previsão de chegar aos cinemas mundialmente em 8 de março de 2019, mas alguns pontos específicos do longa já foram definidos pelas roteiristas Nicole Perlman e Meg LeFauve, responsáveis pelos textos de Guardiões da Galáxia e Divertida Mente, respectivamente. A primeira protagonista feminina do Universo Cinematográfico da Marvel terá a origem dos poderes um pouco diferente dos quadrinhos para não ficar associada a um herói da DC Comics.

"Ela é obviamente uma personagem incrível e a roteirista Kelly Sue DeConnick fez uma ótimo trabalho durante o arco da heroína nos quadrinhos. Mas há um problema nisso: se vamos fazer uma adaptação direta do que existe nas HQs, a origem da personagem seria extremamente parecida ao Lanterna Verde, e isso é algo que não queremos. Nós precisamos reinventar muita coisa", afirmou Perlman.

Nos quadrinhos, Carol Danvers é uma oficial trabalhando ao lado do Dr. Walter Lawson na Força Aérea, mas ele é, na verdade, o herói Mar-Vell disfarçado, um Kree que defende a Terra com a alcunha de Capitão Marvel. Após o herói proteger Danvers da explosão de um mecanismo Kree, ela absorve radiação que a garante poderes semelhantes ao do vigilante e assume o manto dele. No caso do Lanterna Verde, Hal Jordan é um piloto de testes da Força Aérea que entra em contato com energia cósmica ao encontrar o moribundo alienígena Abin Sur e assim ficar no posto do personagem.

Como a personagem tem a origem dos seus poderes devido ao contato com energia e aparatos cósmicos, a Capitã Marvel pode ser introduzida nas telonas com mais facilidade nos conceitos que são apresentados nas histórias dos Guardiões da Galáxia e do Thor.

Fonte: Comic Book Resources