Brad Pitt vai estrelar filme de guerra produzido pela Netflix

Por Redação | 10.06.2015 às 12:20
photo_camera Divulgação

Ameaçando o reinado das emissoras de TV a cabo e aberta, a Netflix dá indícios de que não vai parar de lançar produções próprias. Além das elogiadas Orange is the New Black, Marco Polo, House of Cards, e Demolidor, a companhia de streaming de vídeos vai focar seus investimentos para entrar de vez no mercado cinematográfico. Para isso, um dos maiores nomes da indústria hollywoodiana se juntará à empresa: ninguém menos que Brad Pitt.

O ator de Clube da Luta, Seven, Entrevista com o Vampiro e tantos outros filmes de sucesso das décadas de 1990 e 2000 irá estrelar War Machine, novo longa original que leva o selo Netflix Originals.

A direção ficará com David Michôd (Reino Animal, The Rover - A Caçada) e as filmagens começam em agosto deste ano. Pitt e seu estúdio próprio, o Plan B Entertainment, estão envolvidos diretamente no processo de produção. O lançamento oficial está previsto para o ano que vem tanto no serviço de streaming quanto nas salas de cinema.

"Brad e David são a equipe perfeita para entregar um filme atraente e divertido em tempo útil", comentou Ted Sarandos, COO da Netflix.

Na trama, baseada no livro The Operators: The Wild and Terrifying Inside Story of America’s War in Afghanistan, de Michael Hastings, um general do alto escalão do exército americano com boa fama e reputação precisa lidar com duas questões: comandar sua tropa da Guerra do Afeganistão, buscando novas alianças internacionais, e contornar a política e a imprensa por conta dos conflitos. O personagem tem a ajuda de uma assessoria para conviver com os dois dilemas.

A obra literária aborda de forma cômica os conflitos iniciados pelos EUA no Afeganistão, mesmo que a história seja baseada em uma figura militar real. No entanto, War Machine é uma trama sobre os decisores das guerras modernas e o que acontece "nos bastidores" dos fatos, principalmente no que diz respeito a política e imprensa.

"Estamos muito animados em fazer parte deste compromisso inspirador encabeçado pela Netflix em para prozudir conteúdo de ponta e entregá-lo a uma audiência global", disse Pitt em um comunicado oficial. Já o diretor Michôd afirmou estar honrado "por estar fazendo um grande e corajoso filme sobre toda a maquinaria complexa, trabalhosa e louca da guerra moderna e as muitas vidas que ela toca".

É provável que a Netflix anuncie nos próximos meses novas produções cinematográficas. No último festival de Cannes, em maio, a companhia anunciou que adquiriu os direitos de distribuição de The True Memoirs of an International Assassin, com Kevin James, e que vai estrear apenas online. Além disso, a empresa possui os direitos de Beasts of No Nation, de Cary Fukunaga, e Jadotville, com Jamie Dornan.

Fonte: Variety