Adaptação de Tetris para os cinemas será uma trilogia de ficção científica

Por Redação | 28 de Junho de 2016 às 11h00

Depois dos filmes de super-heróis, o cinema agora está de olho em outro nicho para as suas adaptações. E os videogames se tornaram o grande queridinho de Hollywood nesse sentido, ainda que nenhuma grande produção tenha sido unânime entre os fãs. E, depois de Warcraft e do vindouro Assassin’s Creed, outro game bastante popular promete chegar às telonas com a promessa de mudar esse cenário. E trata-se de nada mais nada menos do que Tetris.

Bem, isso não é nenhuma grande surpresa, já que a confirmação sobre essa adaptação é algo que já sabíamos há tempos. A novidade, porém, é que finalmente temos mais detalhes sobre o longa — e bem surpreendente, na verdade. De acordo com o responsável pela transposição, Larry Kasanoff, Tetris será uma grande trilogia de ficção científica. E, apesar de quase ninguém conseguir imaginar como diabos é possível adaptar um jogo cuja proposta é juntar pedras, o cineasta garante que essa proposta de fazer três filmes não é nenhuma tentativa de esticar uma ideia para fazer mais dinheiro, mas uma forma de apresentar a grande história que eles estão imaginando.

Essa incógnita em torno do projeto é, aliás, um dos orgulhos do diretor. Em entrevista à revista Empire, Kasanoff disse que ninguém ainda conseguiu chegar perto da ideia que o estúdio está desenvolvendo. Segundo ele, essa dúvida que o público está em torno do filme de Tetris, misturado a uma incredulidade absurda, faz com que a barra de expectativa seja bastante baixa, permitindo que as pessoas possam se surpreender de verdade quando o filme estrear nos cinemas.

Tetris

Ainda assim, ele garante que não veremos algo infantiloide, como blocos antropomorfizados correndo para lá e para cá. Para o responsável pelo longa, a principal ideia que eles querem tirar de Tetris não são as pedrinhas caindo do céu, mas o conceito de criar ordem a partir do caos. E essa breve explicação ajuda a elucidar muito do que se planeja, já que essa ideia se encaixa muito bem em conceitos de ficção científica, principalmente quando abordam futuros distópicos. Seria Tetris o Blade Runner de nossa época?

Ainda assim, a produção segue bastante indefinida. Como a Empire destaca, o elenco ainda não foi escolhido — o que significa que ainda vai demorar parar vermos essa loucura chegando aos cinemas. Ainda assim, o site especula que essa indefinição dos atores pode servir para que o estúdio olhe com um pouco mais de carinho para a China, que vem despontando como um dos mercados mais lucrativos para Hollywood. Será que teremos um protagonista chinês em um filme americano inspirado em um jogo russo? Seria uma realidade tão louca quanto a ideia de adaptar Tetris — e tão surpreendente quanto.

Via: Empire

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.