Wozniak critica atuação de Kutcher em 'jOBS' e diz que não recomendaria o filme

Por Redação | 19.08.2013 às 17:52

A primeira cinebiografia sobre Steve Jobs, com Ashton Kutcher no papel principal, estreou no último final de semana nos Estados Unidos e arrecadou apenas US$ 6,7 milhões (R$ 16 milhões), bem abaixo do esperado, e colecionou algumas críticas mornas. Além dos críticos de cinema, outra pessoa que parece não ter ficado muito contente com o longa-metragem foi Steve Wozniak, cofundador da Apple.

Woz afirmou em crítica publicada no site Gizmodo dos Estados Unidos que assistiu ao filme na última sexta-feira (16). "Achei as atuações boas. O filme me prendeu e entreteu, mas não o suficiente para eu recomendá-lo. Um amigo que aparece no filme disse que não queria assistir ficção e que não estava interessado em vê-lo... Eu me senti mal por muitas pessoas que eu conheço bem, que foram erroneamente retratadas em suas interações com Jobs e a empresa", escreveu.

Em seu texto, Steve Wozniak também criticou a atuação de Kutcher no papel de Steve Jobs, afirmando que "suspeito que muito do que está errado no filme veio da própria visão que Ashton tem de Jobs". E ele aproveitou a oportunidade para rebater uma recente crítica feita a ele por Ashton Kutcher, que afirmou que Wozniak estava criticando 'jOBS' por ser consultor de um outro filme em produção sobre a carreira de Steve Jobs.

"Ashton fez declarações mentirosas e erradas sobre mim recentemente (incluindo o fato de eu supostamente ter falado que o filme era ruim, que foi, provavelmente, o fato de Ashton acreditar no que diziam as manchetes da imprensa pop) e que eu não gostei do filme porque sou pago para consultar outro. Esses são exemplos de Ashton ainda estando no personagem", disse.