Hollywood também consome conteúdo pirata na internet

Por Redação | 13.07.2014 às 14:44
photo_camera Divulgação

Os milhões de dólares gastos anualmente por Hollywood para combater a pirataria não é nenhum segredo, mas talvez não seja tão esperada a revelação feita pela diretora Lexi Alexander, que afirmou ao jornal Daily Record que já foi salva graças a pirataria. Além de assumir o uso de conteúdo pirata, Lexi ainda garantiu “que 99% dos colegas em Hollywood também acessam sites de pirataria”, declarou ela.

A diretora ainda declarou que acha necessário parar de olhar para a indústria da pirataria com desgosto e perguntar o que pode ser aprendido com ela. Lexi declarou que consome conteúdo pirata simplesmente porque muitas vezes é essa a única opção. A diretora afirmou que mesmo disposta a pagar um alto preço para ter acesso a alguns conteúdos e pagar por “três assinaturas do Amazon Prime de três países diferentes, uma conta do Netflix, uma assinatura ACORN, uma TV por assinatura ridiculamente cara e uma Apple TV”, ainda não tem acesso a todo o conteúdo que deseja, principalmente da sua terra natal, a Alemanha.

Lexi, que dirigiu “Green Street Hooligans” e “O justiceiro: em zona de guerra”, afirma que necessita consumir muito conteúdo de cinema para realizar pesquisas e inspiração para produções e que mesmo disposta a pagar, não encontra alguns conteúdos dependendo de onde esteja. Ela declarou que perdeu a conta de quantas vezes sites de Torrent salvaram sua pele.

Lexi não é defensora da pirataria – pelo contrário, ela afirmou que produções filmadas em condições precárias e divulgadas por DVD em qualidades péssimas não merecem seu respeito. Ela também concorda que há o aspecto criminoso da prática, mas acredita que muitos conteúdos que não estão disponíveis em sites legais são disponibilizados em sites piratas.

A diretora não se considera frustrada por saber que seus filmes são consumidos de forma pirata, e ainda afirma que “a criminalização do compartilhamento de arquivos é patética”. Para ela uma forma de combater a pirataria é a indústria cinematográfica investir mais na produção de conteúdo com qualidade para que as pessoas acreditem que vale a pena investir nisso e não tentar frear a distribuição de conteúdo ilegal.

Fonte: http://www.dailyrecord.co.uk/whats-on/film-news/film-piracy-debate-director-lexi-3824097