Estúdios de Hollywood fazem acordo para salvar divisão de filmes da Kodak

Por Redação | 06 de Fevereiro de 2015 às 08h07

O mundo caminha cada vez mais para a era digital e, recentemente, até cinemas têm trocado os projetores de filme por projetores mais modernos em alta resolução. Ainda assim, há vida para empresas como a Kodak que, com a ajuda de alguns dos principais estúdios de Hollywood, concordou em não fechar sua produção de película para continuar produzindo o material por tempo indeterminado.

A iniciativa, na verdade, partiu de uma associação de grandes empresas da meca do cinema. Após uma campanha realizada em julho de 2014, quando surgiram os primeiros indícios de que a Kodak estaria prestes a fechar as portas, estúdios como Fox, Universal, Sony, Paramount e outros se uniram para garantir que a única fabricante de filme em atuação no mercado não deixe de existir.

Sendo assim, como parte de um contrato que tem duração indeterminada, longas metragens, documentários e seriados de TV continuarão a usar película, uma ideia que agradou tanto à empresas quanto aos cineastas e produtores envolvidos. Do acordo, fazem parte a Warner Bros., NBC, Universal, 20th Century Fox, Sony Pictures, Paramount Pictures e Walt Disney.

Atualmente, é plenamente possível rodar um filme totalmente baseado em tecnologias digitais com a mesma qualidade de imagem e áudio dos meios mais tradicionais. Muitos diretores, seja por um apego ao clássico ou simplesmente por preferirem a técnica mais antiga, ainda preferem utilizar a película que, mais tarde, passa por um processo de conversão digital, para que possa ser exibido também em salas que ainda contam com projetores antigos.

Esse é o caso, por exemplo, de Quentin Tarantino, que já afirmou mais de uma vez não estar nem um pouco disposto a abandonar os formatos tradicionais; ou J.J. Abrams e Zac Snyder, que estão rodando, respectivamente, o novo episódio da saga Star Wars e “Batman vs Superman: Dawn of Justice” também em película. São nomes como estes que mantêm a indústria viva e, agora, tomaram uma atitude para garantir que tudo continue como está – algo raro de se ver em um mercado cada vez mais competitivo e com foco na baixa dos custos.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.