Antes de suicídio, Tony Scott pensou em tomar a frente de Gears of War no cinema

Por Redação | 21 de Agosto de 2012 às 22h48

Tem coisas na vida que a gente só pode lamentar, e uma delas é saber que o irmão de Ridley Scott, Tony Scott, que se suicidou nesta semana ao se jogar da ponte em San Pedro (Los Angeles), chegou a cogitar a hipótese de fazer uma versão para os cinemas de Gears of War.

O que tem de gente esperando para que isso um dia aconteça não é pouco, e conhecendo o currículo de Scott, que inclui produções de sucesso como Top Gun (1986) e Inimigo do Estado (1998), a tristeza só tende a aumentar.

Quem confirmou essa informação foi o produtor do estúdio New Line, Jeff Katz, em seu Twitter: "Quando adquirimos os direitos de Gears of War, Scott queria muito dirigi-lo. Mas não deu certo. Eu sempre amei a ideia de vê-lo filmar em um tipo de espaço adjacente do Metroid, no qual ele realmente evitou. Eu sempre quis que isso acontecesse".

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O criador da série para o Xbox 360, Cliff Bleszinski, não podia deixar de lado um fato como esse e comentou a respeito: "Ele tinha até um vídeo de apresentação. Ele nos contou histórias sobre como foi filmar Chamas da Vingança".

Como a esperança é a última que morre, vamos pensar que há luz no fim do túnel e que alguém realmente competente irá tocar esse projeto. Gears of War teve seus direitos de filmagem comprados em 2007 pela New Line, porém, o estúdio esqueceu a ideia no papel, quando o diretor Len Wiseman dispensou o trabalho.

Só o tempo dirá.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.