9 melhores (e desconhecidos) filmes de terror da Netflix em 2016

Por Leandro Souza
photo_camera Divulgação

Em meio às inúmeras opções que a Netflix oferece, nem sempre é tão fácil saber quais as que realmente valem a pena assistir. Quando se fala em filmes de terror, então, esse critério pode ficar ainda mais difícil. Entretanto, nada tema, pois aqui quem vos fala é um entusiasta de longa data e um "especialista" do gênero. Para ajudar você a ter bons sustos, ver uma boa dose de ultraviolência ou ver aquele filme capaz de perturbar a sua mente, aqui vão nove (porque nem sempre precisam ser dez) dicas de filmes de terror muito bons disponíveis na plataforma, mas que provavelmente você nem percebeu que estão lá.

Ah, a lista não está em ordem de preferência, então escolha de acordo com o que você estiver a fim de assistir.

1. Deathgasm

Este aqui entra na categoria de filmes de terror ultraviolentos que carregam uma boa dose de comédia consigo. Sucesso em festivais do gênero, o longa neozelandês conta a história de um grupo de metaleiros desajustados que encontram uma música proibida e com ela evocam (sim!) o Coisa Ruim, o Cramunhão, o Demo. Não é um filme para levar muito a sério, mas, se você gosta de clássicos como Uma Noite Alucinante ou Fome Animal, esse filme é uma festa. Dica: tenha toalhas para se secar do BANHO DE SANGUE.

2. Você é o Próximo

Antes de qualquer coisa: este filme é dirigido por Adam Wingard, uma das maiores revelações do gênero nos últimos anos e que foi aclamado este ano ao revitalizar a franquia Bruxa de Blair com um novo filme para a série. Você é o Próximo é uma genial subversão dos filmes de invasão de casa, quando um grupo de assassinos invade uma mansão para matar uma família. Entretanto, esta é só a primeira das surpresas. Quanto menos você souber, melhor.

3. Hush - A Morte Ouve

Uma mulher surda-muda está sozinha em uma casa na floresta e é aterrorizada por um maníaco assassino. A premissa parece algo batido, mas Hush consegue driblar tudo isso, sendo um exercício simples e eficaz em pura tensão por seus 90 minutos. Daqueles filmes que te fazem prender o fôlego junto com a protagonista.

4. Creep

Taí um filme que não parece nem um pouco de terror, mas que aos poucos vai deixando o expectador cada vez mais aflito. Um sujeito qualquer, com uma doença terminal, contrata um videomaker para documentar o seu dia a dia e fazer fitas para seu filho que ainda vai nascer. Entretanto, o videomaker começa a ficar cada vez mais desconfiado deste sujeito simpático até demais, e as coisas só ficam mais e mais esquisitas a partir daí. Filmado em primeira pessoa, Creep é daqueles filmes perturbadores ao borrar as linhas da normalidade dentro do terror. Será que aquela pessoa excêntrica que você conhece é só excêntrica ou ela quer te matar?

5. Babadook

Essa dica já é um pouco óbvia, mas é sempre bom lembrar aqueles que ainda não viram. Possivelmente o melhor filme de terror dos últimos anos, Babadook é exemplo de como fazer um terror psicológico e sobrenatural, sem deixar de contar uma ótima história de seus personagens. Grandes filmes de terror também podem ter grandes dramas.

6. The Invitation

Dos filmes de terror psicológico. The Invitation não é para aqueles em busca de sustos e sim para os que querem ser provocados e sentir aquele incômodo de algo muito ruim está para acontecer. A premissa: um grupo de amigos se reencontra após serem afastados por anos em decorrência de um trágico incidente. Alguns desses amigos estão muito diferentes do que eram, suspeitas começam a ocorrer e daí, enfim, já dá pra imaginar que as coisas não vão ficar bem.

7. O Estranho Thomas

Voltamos para os filmes de terror divertidos. Dirigido por Stephen Sommers (da franquia A Múmia) e estrelado pelo falecido Anton Yelchin, O Estranho Thomas tem um bem-vindo espírito pulp para contar a história de Thomas, um investigador sobrenatural que percebe algo muito estranho na pequena cidade em que vive. E dá-lhe sustos sobrenaturais, muitos efeitos especiais e uma história bem sacada. Possivelmente o filme mais pipoca dessa lista.

8. The Nightmare

Aqui a coisa fica bem séria. The Nightmare é um documentário — ISSO MESMO — que relata o drama de diversas que pessoas que sofrem de paralisia do sono, um distúrbio onde você sonha que está em sua cama, existem presenças estranhas em seu quarto, mas você NÃO CONSEGUE SE MEXER. Só de ouvir, isso parece assustador, mas os cineastas responsáveis pelo longa tratam de ilustrar essa terrível condição com imagens apavorantes. Um filme que não vai te garantir uma boa noite de sono.

9. S&Man

Um filme de terror sobre o fascínio sobre filmes de terror. S&Man é também um documentário (ou será que não é) sobre a cena underground de terror nos EUA, onde pequenos cineastas fazem filmes ultraviolentos e chocantes para uma parcela menor de fãs fetichistas com gostos bem bizarros. O filme toca em diversos tabus da indústria, como snuff films e torture porn, então não é um longa para todos os gostos. O diferencial da trama vem de um dos personagens, o S&Man do título, que vende seus filmes amadores em feiras do gênero, mas que nunca deixa claro se ele realmente faz seus filmes de forma legítima ou não. A resposta não é das mais legais.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.