Tecnologia mobile pode permitir a antecipação de crimes como em Minority Report

Por Redação | 07.08.2015 às 10:52 - atualizado em 07.08.2015 às 13:31

Tal como Phillip K. Dick previu na história original de Minority Report, é possível que a tecnologia atual já seja capaz de prever crimes por aí. Na trama, uma polícia especial chamada "Precrime" é responsável por antecipar crimes previstos por seres cognitivos - os "Pre-Cogs" -, localizando o evento antes que ele de fato aconteça. A história foi adaptada para o cinema sob o olhar de Steven Spielberg e já está em produção para se tornar uma série na FOX.

Tirando a parte que envolve humanoides com habilidades parapsicológicas, é possível que a tecnologia atual seja capaz de ajudar a polícia a prevenir crimes. Não exatamente antecipando um crime específico, como acontece no livro e no filme, mas reunindo e interpretando dados obtidos por dispositivos móveis, como um smartphone ou tablet. Esses dados podem mostrar a porcentagem de crimes em uma determinada área, por exemplo, e, analisando dados como número de habitantes, idade, gênero, entre outros, é possível fazer uma previsão de que outra área com características similares possa se tornar cenário de novos crimes. A taxa de exatidão desse tipo de previsão estaria na casa dos 70%, segundo o relatório da EPJ Data Science, chamado "A Survey of Results On Mobile Phone Datasets Analysis", que está disponível para leitura na íntegra no site da publicação.

Minority Report Precog

Cena da adaptação cinematográfica de Minority Report. Na imagem, uma das 3 "Pre-Cogs", seres capazes de prever o futuro. (Imagem: Reprodução)

Apesar de uma exatidão de 70% soar baixa, a informação fornecida pelos dados mobile pode ajudar a polícia a prestar mais atenção a áreas que, atualmente, não são assim tão perigosas, ajudando a prevenir novas ocorrências criminosas naquele local. Outro estudo também revelou que os dados coletados, aliados a sensores não invasivos, podem servir para monitorar o nível de estresse de usuários de smartphones, o que pode levar a medicina preventiva a um novo nível.

Minority Report

No filme, o personagem interpretado por Tom Cruise utiliza essa tela sensível ao toque para monitorar os futuros crimes previstos pelos Pre-Cogs (Imagem: Reprodução)

Minority Report é uma adaptação de 2002 para o cinema do conto homônimo dirigida por Steven Spielberg e estrelada por Tom Cruise. A trama acontece no ano de 2054, época em que a biotecnologia estaria avançada o suficiente para que seres cognitivos capazes de prever o futuro possam trabalhar em parceria com a polícia com a finalidade de impedir que crimes aconteçam.

Durante seis anos o sistema se mostrou perfeito, até que uma possível falha humana, ou uma tentativa de fraudar o sistema, coloca toda a tecnologia em cheque, trazendo ao debate a questão moral sobre prender pessoas antes que elas cometessem os tais crimes previstos.

Fonte: TechRadar