SpaceX recebe certificação da NASA e agora pode lançar missões científicas

Por Redação | 18 de Maio de 2015 às 12h14

Após três longos anos, a NASA certificou formalmente a SpaceX para utilizar o foguete Falcon 9 em missões científicas espaciais norte-americanas.. A certificação cobre lançamentos de cargas úteis de médio risco e a primeira missão acontece em julho, com a decolagem de um satélite oceanográfico na Califórnia.

A Falcon 9 foi certificada na categoria 2 de veículos de lançamento na nomenclatura da agência. Para lançar as naves espaciais mais valiosas da NASA, é preciso receber uma certificação de categoria 3 – isso inclui missões interplanetárias multibilionárias e emblemáticas.

As chamadas missões científicas de médio risco da NASA abrangem a maioria dos satélites de observação da Terra e muitas sondas interplanetárias. Isso exclui a SpaceX do lançamento de missões destinadas a lugares como Marte, embora abra portas para mais oportunidades para a empresa do bilionário Elon Musk. A companhia privada já tem contratos com o governo dos Estados Unidos e a luz verde da NASA vai ajudar a impulsionar seus negócios.

A saga da empresa de transporte espacial para certificar o foguete Falcon 9 começou em 2012, quando a SpaceX ganhou um contrato de US$ 82 milhões para lançar a missão Jason 3, um projeto financiado pelos governos dos Estados Unidos e da França para medir a rugosidade do mar. A empresa já lançou com sucesso seis missões de reabastecimento para a Estação Espacial Internacional sob contrato com a NASA.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.