Satélite que conserta outros satélites será construído em breve

Por Redação | 08 de Março de 2016 às 12h00

Em breve será possível realizar reparos em satélites na órbita da Terra sem a necessidade de trazê-los de volta ao solo. Isso porque a Orbital ATK, empresa que trabalha com lançamentos espaciais nos Estados Unidos, está fechando um contrato para viabilizar a construção do ViviSat MEV (Mission Extension Vehicle), veículo capaz de enviar combustível e consertar satélites no espaço.

A previsão é de que o anúncio oficial da novidade seja feito daqui a seis ou oito semanas. Tom Wilson, vice-presidente de estratégia e desenvolvimento de negócios da companhia, disse que a empresa investiu dezenas de milhões de dólares nesse projeto, porém não informou o valor exato, tampouco o nome do fabricante.

ViViSat MEV

Arte mostra o ViviSat, veículo que será capaz de reparar satélites em órbita (Reprodução: Orbital ATK-ViviSat)

O executivo contou ainda que cerca de 70 dos 380 satélites de telecomunicações que estão em órbita no nosso planeta precisam de manutenção para continuarem em funcionamento, e que a companhia pretende colocar o satélite reparador em órbita em 2018, com previsão do primeiro reparo para 2019.

A empresa ainda pretende operar 10 desses veículos no futuro. A ideia é que a frota consiga fornecer combustível para os demais objetos em órbita, bem como reposicionar e controlá-los de forma que continuem ativos e úteis. Cada um dos MEVs terá uma vida útil de 15 ou 20 anos, sendo capaz de reparar outros satélites de 10 a 15 vezes, de acordo com Wilson. “É o início de um novo mercado”, afirmou o executivo.

Fonte: The Guardian

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.