Protótipo de celular usa tecnologia analógica para funcionar mesmo sem bateria

Por Redação | 29 de Junho de 2017 às 14h08

Uma dupla de cientistas da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um protótipo de telefone celular que é capaz de funcionar mesmo sem o uso de baterias comuns. A novidade poderá permitir que no futuro os usuários possam realizar tarefas extremamente úteis com seus dispositivos, como realizar uma chamada de emergência ou procurar por uma rota no GPS, mesmo com o dispositivo descarregado, já que a ideia é transformar ondas de rádio em energia para o aparelho.

O protótipo utiliza uma técnica de retrodispersão, denominada de "Wi-Fi Passivo" que é capaz de fazer o dispositivo se comunicar ao refletir ondas de rádio. Vamsi Talla e Joshua Smith, responsáveis pelo projeto, lembram, no entanto, que esta técnica é incapaz de gerar energia suficiente para fazer funcionar todos os recursos do celular.

"Converter fala analógica humana em sinais digitais consome muita energia", disse Talla. "Se você quer se comunicar usando tecnologia analógica, você tem mais eficiência energética de fato". Desse modo, os pesquisadores entenderam que a melhor solução era construir um sistema completamente analógico para o protótipo com uma base localizada próxima ao aparelho para o processamento dos dados digitais.

A base é capaz de converter os dados enviados pelo aparelho e fazer uma conexão a uma rede digital através do Skype consumindo uma quantidade altamente reduzida de energia. As informações transmitidas pelo celular analógico para a base são enviadas a uma rede móvel digital após a conversão. A desvantagem, porém, é que como o aparelho trata-se de um protótipo, a base tem alcance de apenas 15 metros. Por outro lado, no futuro as bases poderão ser inseridas em roteadores de Wi-Fi ou em antenas de transmissão.

O protótipo desenvolvido pelos cientistas conta ainda com uma pequena tela de LED que emite sinais quando uma tecla é pressionada. Para que a comunicação seja feita, é necessário pressionar uma tecla para falar e soltá-la para poder ouvir. A próxima geração do projeto, no entanto, deve contar com ligações de maior qualidade e uma tela E-Ink.ndo a bateria marcar 0%.

Fonte: Wired

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/celular/118480-prototipo-celular-funciona-mesmo-sem-bateria.htm

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.