NASA divulga novas imagens de Plutão; confira

Por Redação | 11.09.2015 às 11:35
photo_camera Divulgação

A NASA, o Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins e o Instituto de Pesquisa Southwest divulgaram novas imagens de Plutão obtidas durante o sobrevoo histórico realizado pela sonda New Horizons há quase dois meses.

Uma das fotos mais marcantes mostra um mosaico que simula a visão que teríamos se estivéssemos a cerca de 1.800 quilômetros acima do equador de Plutão. Nela é possível ver a diversidade da superfície do planeta-anão: a região escura e cheia de crateras é informalmente chamada de "Cthulhu" pela New Horizons, já as planícies rachadas e geladas são conhecidas como Sputnik Planum, e é possível ver até mesmo algumas montanhas.

Plutão

Essas fotos foram tiradas pela câmera LORRI, da New Horizons, e é o mesmo equipamento que capturou todas as imagens maravilhosas da aproximação da missão do planeta-anão. A LORRI capta imagens em preto e branco, mas posteriormente as fotos são coloridas com o auxílio de dados de outra câmera presente na nave espacial, a RALPH. Por esse motivo, é provável que as imagens vistas aqui ganhem novas versões coloridas em breve.

A missão já nos ensinou muita coisa sobre Plutão, inclusive que ele é coberto de gelo – sua temperatura é de -234º C – e possui uma intensa névoa sobre toda sua superfície. A New Horizons é uma espaçonave não-tripulada que permanece em silêncio enquanto coleta os dados necessários para a NASA. A primeira imagem do planeta-anão foi registrada em julho e mostrava Plutão e a sua lua Caronte.

Apesar das recentes descobertas, ainda há muito a aprender. Uma esmagadora quantidade de dados científicos e imagens – cerca de 95% deles – ainda está na nave espacial. A equipe da New Horizons começou a fazer o download do conteúdo há pouco tempo e ainda vai demorar cerca de um ano até completar essa tarefa, uma vez que a sonda só consegue transferir dados a uma taxa de 1 a 4 KB por segundo.

Agora, a New Horizons tem um novo alvo na mira: um pequeno objeto a cerca de um bilhão de milhas de distância de Plutão, no Cinturão de Kuiper. No entanto, ainda são necessários a aprovação final e o financiamento para que a equipe da missão possa orientar a espaçonave na direção do chamado 2014 MU69 e, eventualmente, estudá-lo.

Plutão

A imagem acima é uma das últimas feitas durante o sobrevoo da New Horizons por Plutão. Olhando para trás, o planeta-anão ficou retroiluminado pelo Sol e a sonda foi capaz de capturar uma imagem da sua atmosfera. A foto à esquerda é original, enquanto a da direita foi processada pelos cientistas para mostrar as diferentes camadas de neblina na atmosfera do corpo celeste.

Já a próxima imagem mostra uma visão mais detalhada da superfície de gelo na Sputnik Planum. As rachaduras são evidência de atividade geológica recente e sugerem que Plutão é um corpo planetário muito mais dinâmico do que se pensava.

Plutão
Plutão

Esta imagem mostra o quão diversa é a paisagem de Plutão. Embora ela mostre apenas 220 milhas da superfície do planeta-anão, é possível ver as planícies geladas ao lado das crateras gigantes e das montanhas

Via The Verge