NASA cria experiência em realidade virtual que vai permitir navegar por Marte

Por Redação | 22.12.2015 às 12:45

Graças às imagens capturadas por sondas não tripuladas enviadas à Marte e à tecnologia de realidade virtual, qualquer pessoa do planeta Terra poderá percorrer o terreno marciano com o projeto A “The Mars 2030 Experience”, fruto de uma parceria da NASA com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e a Fusion, uma companhia da Disney-ABC.

O “The Mars 2030 Experience” permitirá que o usuário também explore o interior do habitat proposto pela agência espacial dos Estados Unidos, que abrigará os astronautas. O sistema virtual será tão realista que mostrará como é vestir um traje espacial Z-S - um protótipo real em desenvolvimento pela NASA atualmente.

Seu lançamento será realizado oficialmente no VR/AR, evento de tecnologia da South by Soythwest (SXWW) que acontecerá em março de 2016, e o programa chegará ao público em seguida com o Oculus Rift, o Google Cardboard e o Samsung Gear VR. O time de desenvolvimento do projeto também estuda adicionar um módulo multiplayer à exploração do Planeta Vermelho, permitindo que grupos de pessoas possam passear por Marte em conjunto.

“Nós pensamos que essa seria a oportunidade de compartilhar elementos da exploração humana em Marte usando a tecnologia atual de realidade virtual. Nós já a utilizamos no treinamento de astronautas e simulações de naves espaciais, então pareceu lógico estender esse modelo bem sucedido para inspirar e educar a próxima geração de exploradores e cientistas de um jeito cativante”, contou Jason Crusan, diretor de sistemas de exploração avançados da NASA.

traje espacial Z2

Já Daniel Eilemberg, vice-presidente sênior da Fusion, disse que “as pessoas hoje em dia esperam mais da mídia do que somente palavras em uma página ou vídeo em um website”. Com isso em mente, a companhia está reproduzindo no ambiente virtual a superfície de Marte, em parceria com a agência espacial, para permitir a exploração do terreno antes mesmo dos primeiros astronautas chegarem por lá, o que acontecerá somente em 2030.

Fonte: Road To VR