NASA apresenta Kerberos, a pequena e última lua de Plutão

Por Redação | 23 de Outubro de 2015 às 11h16
photo_camera NASA/JHUAPL/SwRI

Depois de revelar detalhes de tirar o fôlego de Plutão e suas luas Caronte, Nix, Hydra e Styx, chegou a vez da New Horizons mostrar um pouco mais de Kerberos, também chamado de Cérbero, o quinto e menor satélite natural do planeta-anão. Nesta quinta-feira (22), a NASA divulgou as primeiras imagens do astro, que foi descoberto em 2011 e ainda é um mistério para os cientistas.

A lua aparenta ser ainda menor do que os especialistas imaginavam e sua superfície reflexiva sugere que o satélite seja recoberto por uma camada de água congelada, assim como as demais luas de Plutão. Já quanto ao seu formato curioso, os pesquisadores calculam que o lado maior tenha aproximadamente 8 quilômetros de comprimento e o menor deve ter cerca de 5 km. O formato também sugere que Kerberos foi formado pela fusão de dois corpos celestes menores.

Kerberos

A imagem de Kerberos foi criada a partir da combinação de quatro imagens tiradas em 14 de julho pela sonda New Horizons. (Reprodução: NASA/JHUAPL/SwRI)

Mark Showalter, do Instituto SETI e investigador da New Horizons, disse que “as previsões foram quase certeiras para as outras luas, mas não para Kerberos”. Antes do envio da sonda, as únicas informações que a NASA possuía sobre Kerberos vieram do telescópio espacial Hubble e os cientistas acreditavam que o satélite fosse maior devido à sua forte influência gravitacional em relação aos outros corpos da região. Outra crença que foi derrubada graças à New Horizons foi sobre a superfície da lua, anteriormente tida como escura. Agora, sabe-se que ela é, na verdade, clara e reflexiva.

Sistema de Plutão

Sistema de Plutão com a sua maior lua, Caronte, ao lado de Hydra, Nix, Styx e Kerberos (Reprodução: NASA/JHUAPL/SwRI)

“Mais uma vez, o sistema de Plutão nos surpreendeu”, admitiu Hal Weaver, cientista da missão New Horizons na Universidade John Hopkins. Com as imagens de Kerberos, a agência espacial mapeou o sistema do planeta-anão por completo, sendo Caronte a maior lua - com mais ou menos a metade da dimensão total do que já foi considerado o planeta mais distante do Sistema Solar.

Fonte: NASA

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.