NASA anuncia que sonda de exploração de Júpiter está chegando ao planeta

Por Redação | 08 de Julho de 2015 às 11h35

A NASA anunciou que a sonda Juno está próxima de chegar a Júpiter, em uma viagem que deve totalizar cinco anos. A missão tem sido anunciada como um sucesso até agora, com a NASA afirmando que a espaçonave está "no caminho certo" para chegar ao seu objetivo no dia 4 de julho de 2016.

A missão tem como objetivo revelar a história da formação e dos detalhes da estrutura interior de Júpiter, o maior planeta do sistema solar. Os dados extraídos por Juno, de acordo com os cientistas, irão oferecer informações sobre o início do nosso sistema solar, além de enriquecer a compreensão científica dos planetas ao redor de outras estrelas.

"Já percorremos mais de 90% do caminho até Júpiter", declarou Scott Bolton, pesquisador principal de Juno no Instituto de Investigação do Sudoeste em San Antonio. "Com um ano a frente, estamos revisando cuidadosamente nossos planos para assegurarmos que estamos prontos uma vez que chegamos".

Assim que for completada a viagem, Juno irá se instalar na órbita do gigante gasoso e enfrentará os perigos de sua intensa radiação quando se aproximar dele. "Temos modelos que nos dizem o que esperamos, mas o fato é que Juno vai estar imerso em um campo magnético forte e variável e perigoso por causa da radiação e vai estar mais perto do planeta do que qualquer nave espacial anterior", declarou Bolton. "A experiência de Juno pode ser diferente do que predizem os modelos e isso é parte do que faz a exploração espacial algo tão emocionante", concluiu.

A agência espacial aprovou, recentemente, algumas mudanças no plano de estudo da missão até Júpiter. Ao invés de 11 dias em órbita no planeta, Juno deverá completar uma volta no maior planeta do sistema solar em 14 dias. A revisão aprovada pela NASA também irá permitir que a sonda construa mapas dos campos magnéticos e da gravidade do planeta de maneira mais global e detalhada. O plano original requeria 15 órbitas para colher estes dados, com mais 15 órbitas para obter informações completas. Já o plano revisado prevê a realização de apenas 8 órbitas, trazendo informações mais básicas sobre o mapeamento do solo. Para um novo nível de detalhe, a equipe por trás da missão poderá escolher entre a duplicação sucessiva de 16 e 32 órbitas.

O plano revisado estende a missão para 20 meses ao invés dos 15 meses originais. A nave realizará 32 órbitas completas no lugar de 30.

Juno é a segunda missão que faz parte do programa de missões que abordam iniciativas de exploração de alta prioridade no sistema solar New Frontiers da NASA. Uma missão paralela está acontecendo para a exploração de Plutão, enquanto que outra nave deve ser enviada em 2016 para exploração de outro planeta.

Fonte: NASA

Fonte: http://www.engadget.com/2015/07/07/nasa-prepares-jupiter-probe/?utm_source=Feed_Classic_Full&utm_medium=feed&utm_campaign=Engadget&?ncid=rss_full

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.