Missão europeia a Marte é adiada para 2020

Por Redação | 03.05.2016 às 15:18
photo_camera rochester-halfeld

Uma das missões mais ambiciosas de exploração do solo de Marte sofreu um atraso de dois anos. Autoridades da Europa e da Rússia, que trabalham juntos na missão ExoMars, estão anunciando um adiamento no lançamento da sonda, que deveria partir da Terra em 2018, mas agora só vai fazer isso em 2020.

De acordo com as autoridades responsáveis, o atraso foi necessário devido a questões técnicas e, principalmente, de financiamento. Trabalhos e conversas extras foram necessárias para o andamento do projeto, e com isso, o cronograma original acabou tendo de ser modificado para que a missão seguisse adiante da maneira devida. Daí o adiamento de dois anos, uma vez que, após 2018, a próxima janela ideal para lançamento até o Planeta Vermelho acontece em julho de 2020.

O objetivo principal da ExoMars é buscar sinais de vida em Marte. Para fazer isso, a missão envolve o lançamento de uma sonda que vai passear pelo solo do planeta perfurando o solo, analisando pedras e buscando sinais de matéria orgânica. O projeto conta também com a participação da NASA, que forneceu os equipamentos necessários para preservação e análise de tais substâncias, além de permitir seu correto retorno à Terra.

A missão é uma parceria entra a ESA, a Agência Espacial Europeia, na sigla em inglês, e a Roscosmos, que realiza esse tipo de trabalho na Rússia. Os equipamentos utilizados representam bem a coalizão – a sonda foi fabricada pelos europeus, enquanto os russos providenciam a plataforma central, que vai servir como base de operações da ExoMars, e também o foguete utilizado para lançamento.

Essa será a segunda missão do projeto ExoMars. A primeira foi lançada do Cazaquistão em março deste ano e deve chegar a Marte em outubro. Nessa primeira fase, uma sonda mapeará a superfície do Planeta Vermelho em busca de sinais de metano e outros gases, além de testar locais e tecnologias de pouso para o foguete que, agora, parte apenas em 2020.

Fonte: Universe Today