Japão utiliza adesivos de QR code para monitorar idosos com demência

Por Redação | 09 de Dezembro de 2016 às 14h28

O Japão está adotando uma nova maneira para manter o controle e a identificação de idosos com demência, que possuem perda ou redução de suas capacidades cognitivas. Uma companhia em Iruma, cidade próxima à Tóquio, desenvolveu um sistema de códigos de barras em forma de adesivos contendo informações pessoais aos dedos das mãos e dos pés destas pessoas.

Os adesivos quadrados de 1cm são resistentes à água e ficam na pele por até duas semanas. Eles possuem dados pessoais como o endereço, número de identificação, número de telefone e quem deve ser contatado, caso eles estejam perdidos. O QR Code não monitora os movimentos dos pacientes, porém, ele conta com informações específicas que podem ser escaneadas por autoridades policiais.

O Japão possui hoje grande parte da população em envelhecimento, com mais de um quarto dos seus cidadãos com 65 anos ou mais e 3 mil pessoas com sintomas precoces de demência. O número de idosos no país deve aumentar para 40% em 2055, quando a população total é esperada para encolher dos 127 milhões de habitantes atuais para 90 milhões.

Fonte: Gizmodo