Foguetes Falcon 9 já ocupam quase todo o espaço do hangar da SpaceX

Por Redação | 17.05.2016 às 12:23

Há pouco mais de uma semana, a Space X conseguiu pousar com segurança seu foguete Falcon 9 em uma plataforma marítima. A manobra, que foi realizada pela segunda vez, mostra o quanto a companhia de Elon Musk já está habilitada para enviar naves não tripuladas ao espaço e trazê-las de volta sem que elas sejam destruídas no processo, como acontecia até então. Além disso, a SpaceX também mostrou que é possível enviar e receber foguetes a partir de plataformas e veículos navais, ampliando as possibilidades de exploração espacial.

Mas pode ser que a companhia do bilionário, que também encabeça a montadora Tesla Motors, esteja enfrentando um novo problema: aparentemente, seu hangar, localizado no Kennedy Space Center, já não acomoda mais tantos Falcon 9. Musk chegou a brincar em seu Twitter, dizendo que “talvez precisemos ampliar o tamanho do nosso depósito de foguetes”. E pode ser que a brincadeira se revele uma necessidade real.

Falcon 9

(Reprodução: Flickr/SpaceX)

Falcon 9

(Reprodução: Flickr/SpaceX)

O Falcon 9 é um veículo de lançamento reutilizável - ou seja, realiza o envio de cápsulas e naves para o espaço sem ser danificado no processo, podendo ser utilizado novamente em outros lançamentos. Essa novidade fará com que os custos de envio de objetos ao espaço sejam bastante reduzidos, já que não será necessário construir um novo foguete a cada projeto. Atualmente, o foguete tem sido utilizado para levar a cápsula Dragon repleta de mantimentos à Estação Espacial Internacional.

Fonte: Flickr/SpaceX