Fapesp destinará US$ 500 mil para pesquisa cognitiva em parceria com IBM

Por Redação | 17 de Maio de 2016 às 19h48
A Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), em parceria com a IBM Brasil, fechou um acordo para financiamento de até US$ 500 mil no país em um período de até 10 anos. O montante será distribuído em projetos de tecnologia e pesquisa científica no campo de computação cognitiva.
A seleção dos projetos beneficiados acontecerá por meio de um comitê formado por representantes de ambas as instituições que avaliarão as propostas.
Estão aptos a eleição pesquisadores de ensino superior e de instituições de pesquisa do Estado de São Paulo. O número de chamadas ainda não foi definido, mas cada uma delas terá foco em áreas específicas da computação cognitiva, o que inclui teoria e aplicações de inteligência artificial, análise de Big Data, processamento de linguagem natural, planejamento e raciocínio de bom senso, entre outros.
O interesse por parte da IBM em computação cognitiva não é de agora. A empresa julga que a área seria a Terceira Era Computacional, uma vez que a tecnologia nesse caso se aproxima bastante da maneira que o pensamento humano ocorre. O supercomputador Watson é a menina dos olhos da IBM nesse campo, com resultados interessantes até o momento. Na computação cognitiva, a máquina adquire conhecimento a partir de um grande volume de dados não estruturados, assim como seres humanos.
Segundo o diretor do Laboratório de Pesquisa da IBM no Brasil, Ulisses Mello, a empresa de tecnologia pretende que este seja o começo de uma série de inovações ao país. “Queremos desenvolver um ambiente de inovação em computação cognitiva no Brasil pela relevância e impacto do assunto na sociedade", diz. Os projetos selecionados também não terão nenhum vínculo intelectual com a IBM.
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.