Cientistas dizem que adaga de Tutancâmon foi feita com ferro extraterrestre

Por Redação | 02 de Junho de 2016 às 23h01

Quem nunca ouviu falar sobre os mistérios do faraó Tutancâmon? Mesmo mais de 3,3 mil anos após a sua morte, os cientistas continuam a encontrar surpresas em seu túmulo. A mais recente novidade se refere a uma adaga feita de material extraterrestre. É isso mesmo! De acordo com a análise feita pelos pesquisadores, a lâmina apresenta 10% de níquel e 0,58% de cobalto, composição que mostra sua origem meteórica.

A descoberta foi feita no Museu Egípcio, no Cairo, por pesquisadores italianos e egípcios, que utlizaram uma técnica não invasiva de espectrometria por fluorescência de raios X para determinar com precisão os materiais presentes no elemento. De acordo com as informações divulgadas, a adaga sempre intrigou os arqueólogos, já que o uso de ferro no Antigo Egito não era comum.

O punhal foi descoberto em 1925, e o grande estranhamento se deveu ao fato de que mesmo depois de milhares de anos seu aspecto continuava completamente homogêneo, sem qualquer sinal de ferrugem. Décadas após a descoberta, os investigadores começaram a levantar a hipótese de que a adaga pudesse ter origem espacial, o que foi confirmado nesta quinta-feira (2).

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

No artigo publicado, os cientistas afirmaram que "o Antigo Egito atribuía um alto valor ao ferro dos meteoritos para a produção de objetos ornamentais ou cerimoniais de grande requinte, até ao século 14 a.C", o que mostra claramente o já conhecido valor de Tutancâmon na sociedade egípcia da época.

Fonte: Diário de Notícias, BBC Mundo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.