Buraco negro é flagrado devorando uma estrela e “arrotando” plasma

Por Redação | 02 de Dezembro de 2015 às 10h14

Um time de astrônomos de vários países teve a oportunidade quase que única de observar um fenômeno extremamente raro: um buraco negro devorando uma estrela e, em seguida, liberando labaredas em uma velocidade próxima à da luz. O registro foi publicado na revista Science na quinta-feira passada (26).

Em dezembro de 2014, pesquisadores da Ohio State University avistaram a estrela saindo de sua trajetória normal e se dirigindo rumo ao campo gravitacional do buraco negro. Quando a equipe de 13 astrônomos liderada pelo cientista Van Velzen soube da notícia, passou a observar o astro para captar o exato instante em que ocorreria o encontro fatal. O time foi composto por especialistas dos Estados Unidos, Holanda, Grã-Bretanha e Austrália, e usou diversos telescópios para coletar ondas de rádio, raios-x e óticos.

buraco negro

A arte mostra a estrela rumando em direção ao buraco negro e sendo engolida por ele em seguida (Reprodução: Amadeo Bachar/Johns Hopkins University)

Buracos negros são objetos espaciais invisíveis que possuem uma força gravitacional extremamente intensa; por conta disso acabam sugando e “engolindo” qualquer astro que estiver passando por perto deles. O que tornou esse episódio ainda mais raro foi o fato do buraco negro ejetar labaredas quase que na velocidade da luz após a morte da estrela, que tinha aproximadamente o mesmo tamanho do Sol.

“A destruição de uma estrela por um buraco negro é lindamente complicada, além de longe de ser compreendida”, disse o líder da equipe. “A partir de nossas observações, aprendemos que o fluxo dos detritos estelares pode formar um esguicho rapidamente, o que é uma contribuição valiosa para construir uma teoria completa desses eventos”, completou Velzen.

Fonte: Science

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.