Satélite sino-brasileiro que ajudará no combate ao desmatamento é lançado

Por Redação | 08 de Dezembro de 2014 às 10h49

O satélite sino-brasileiro CBERS-4 foi lançado da base de Taiyuan, localizada a 700 km de Pequim, às 1h26 deste domingo (07). O CBERS-4 é o quinto equipamento de sensoriamento remoto desenvolvido pela parceria entre os dois países. As informações são da Agência Brasil.

Diretamente do país asiático, o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Leonel Perondi, assistiu ao lançamento ao lado do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Clelio Campolina Diniz, e do presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), José Raimundo Coelho. Em São José dos Campos (SP), o lançamento foi acompanhado por especialistas do Instituto e convidados no Centro de Controle de Satélites do INPE.

O lançamento do satélite foi feito pelo foguete chinês Longa Marcha 4B e ocorreu em três estágios. Após atingir a altura ideal da órbita, o foguete desprendeu-se do CBERS-4 e, impulsionado por molas, o satélite se separou do lançador para entrar em órbita 12,5 minutos após o lançamento.

Os primeiros dados enviados pela CBERS-4 aconteceram às 2h, quando o satélite chegou a 742,5 quilômetros de altitude. A cada 90 minutos, o satélite completa uma órbita em torno da Terra e sua primeira passagem sobre o Brasil aconteceu às 10h desta segunda-feira (08). Assim, a expectativa é que o satélite consiga dar 14 voltas no planeta todos os dias, enviando imagens da Terra em cinco dias (em baixa resolução), em 26 dias (em média resolução) e em 52 dias (em alta resolução). A vida útil do CBERS-4 em órbita é de três anos.

Em sua conta no Twitter, a presidente Dilma Rousseff destacou a importância da cooperação entre os dois países e ressaltou que o satélite ajudará a monitorar o desmatamento na Amazônia.

As imagens fornecidas pelo satélite serão usadas no monitoramento ambiental, agrícola e planejamento urbano, segundo a AEB. As imagens, inclusive, são distribuídas gratuitamente para milhares de usuários.

A falha ocorrida no lançamento do CBERS-13, em dezembro de 2013, acelerou o programa de lançamento do CBERS-4. Antes dele, a parceria já havia lançado com sucesso o CBERS-1 em 199, o CBERS-2 em 2003 e, em 2007, o CBERS-2B.

Fonte: http://www.valor.com.br/empresas/3807272/satelite-sino-brasileiro-cbers-4-e-lancado-e-envia-sinais-terra

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.