Rover Curiosity está aprendendo a não destruir amostras colhidas em Marte

Por Redação | 25.02.2015 às 09:49
photo_camera Washington Times

O rover Curiosity, que está sendo usado pela NASA para explorar Marte, ainda tem muito a aprender pois, até agora, suas escavações não foram bem sucedidas. A sonda tem sido tão agressiva que até chegou a quebrar as rochas que seriam recolhidas como amostras.

De olho nesse problema, a agência espacial norte-americana preparou um novo algoritmo que promete suavizar a forma como o robô manuseia as amostras recolhidas. Segundo informações do Endgaget, as novas instruções de perfuração e escavação usam níveis de energia mais baixos, que são elevados apenas se a ação não apresentar resultados.

Rover Curiosity

Até agora, os teste iniciais mostram que o novo método vem surtindo efeito e o robô não vem produzindo nenhum destroço aparente, como revela a imagem divulgada acima.

Ainda assim, a NASA acredita que ainda é muito cedo para dizer se a técnica de fato vai funcionar em todas as circunstâncias, mas os pesquisadores estão confiantes de que as evidências não serão mais destruídas antes de chegar aos seus olhos.