Rex é o homem biônico mais completo já construído, afirmam cientistas

Por Redação | 12.02.2013 às 18:00
photo_camera Digital Trends

Um grupo de cientistas britânicos construiu o homem biônico mais completo do mundo, também conhecido como Rex. O robô mede dois metros de altura e possui órgãos, incluindo coração e rins, sangue sintético, olhos e membros artificiais que funcionam de verdade, e está exposto no Museu de Ciência de Londres, Inglaterra, até o dia 11 de março. As informações são do The Sun.

O Rex foi criado para o documentário 'Como construir um homem biônico', produzido pelo Channel 4, e o psicólogo e apresentador Bertolt Meyer inspirou o homem biônico. Meyer nasceu sem a mão esquerda e, segundo especialistas, utiliza a mão biônica mais completa e avançada que existe. "Eu nasci sem a mão esquerda, então sou fascinado por biônica. Rex nos dá esperança de que os seres humanos possam construir órgãos", ressaltou o psicólogo.

Para construir Rex, os pesquisadores gastaram em torno de US$ 1 milhão (R$ 1,9 milhão) e os cientistas afirmam que a construção do exoesqueleto robótico é o primeiro passo para a reconstrução completa do corpo humano em próteses mecânicas, o que poderá ser muito útil para o tratamento futuro de pacientes que perderam membros ou tiveram órgãos comprometidos por alguma doença.

Homem biônico Rex

Bertolt Meyer e Rex (Reprodução: TechRadar)

No entanto, os pesquisadores afirmam que ainda têm um longo caminho a ser percorrido, já que órgãos como o estômago, por exemplo, são muito difíceis de serem reproduzidos com outros materiais, assim como a criação de cérebros artificiais.

Confira abaixo um vídeo de apresentação, em inglês, do homem biônico Rex: