Ranking: os cinco smartphones que mais emitem radiação

Por Redação | 26 de Fevereiro de 2015 às 18h41

Desde o surgimento dos aparelhos celulares, os usuários questionam um fato importante: os níveis de radiação dos dispositivos prejudicam ou não a saúde?

Há especialistas que dizem que sim e outros afirmam que não é influenciável. Contudo, segundo informações colhidas pelo site Ppl Ware, os celulares emitem uma radiação não ionizante eletromagnética que pode ser perigosa para os usuários, pois ela é absorvida facilmente pelos tecidos e pelas células.

O teste de absorção de energia, que também é conhecido como SAR, é o responsável pela medição do índice de exposição à radiofrequência de dispositivos eletrônicos, principalmente de celulares e smartphones. A empresa reguladora da União Europeia (CENELEC) especifica os limites do SAR seguindo normas da IEC, sendo de 2w/kg, considerando massa de tecido de 10g, responsável por absorver a maior parte do sinal.

Veja abaixo uma lista com os 5 smartphones que mais emitem essa radiação, de acordo com testes de absorção de energia:

1. Huawei Vitria

O smartphone chinês obteve um índice de exposição de 1.49.

2. Alcatel OneTouch Evolve

Empatado com o Huawe, este modelo da Alcatel também ficou com 1.49.

3. Motorola Moto E

Um dos mais populares no Brasil, o Moto E ficou com o índice de exposiçao de 1.5.

4. Motorola Droid Ultra

A Motorola entra mais uma vez na lista com índice de 1.54 de exposição com o modelo Droid Ultra.

5. Motorola Droid Maxx

Da mesma linha que o Droid Ultra, o Maxx também fica com 1.64 de exposição.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.