Primeira erupção solar de 2014 faz empresa cancelar lançamento de foguete

Por Redação | 09 de Janeiro de 2014 às 12h05

Na quarta-feira (08) ocorreu a primeira erupção solar do ano. Elas são causadas devido a mudanças repentinas no campo magnético do sol, e liberam grande quantidade de radiação eletromagnética no espaço. Existem três categorias de erupções – X, M e C, em ordem decrescente de intensidade. A ocorrida na quarta-feira foi do tipo X, e causou o cancelamento do lançamento de um foguete da NASA.

Como a agência americana não tem mais os ônibus espaciais para realizar os lançamentos para o espaço e principalmente para a Estação Espacial Internacional (ISS, do inglês), ela agora contrata empresas privadas que fazem estes lançamentos.

A Orbital Sciences, uma dessas empresas, cancelou o lançamento do seu foguete Antares, por medo de que o alto nível de radiação solar devido à erupção mencionada danificasse os equipamentos eletrônicos a bordo do foguete, e a operação foi agendada para o dia seguinte, quinta-feira (09).

Foguete Antares

Se tudo der certo, o foguete Antares (da foto acima) levará a nave Cygnus para a órbita terrestre, e no domingo de manhã a nave irá acoplar-se à Estação levando quase 1,5 toneladas de suprimentos. Essa será a primeira de 8 missões contratadas pela NASA para levar 20 toneladas de carga para a ISS.

E não é só no espaço que as tempestades solares são perigosas. Aqui na terra elas podem danificar linhas de transmissão e interferir no fornecimento de energia elétrica, além de interferir nas comunicações via rádio – aviões, telefonia, Wi-Fi – e também no GPS e demais satélites em órbita.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.